Morte de cachorro em loja do Carrefour gera polêmica nas redes sociais

Rede de supermercados aguarda laudo que determinará causa da morte

Enviado Direto da Redação
Repercussão sobre espancamento do animal continua nas redes sociais

Repercussão sobre espancamento do animal continua nas redes sociais

Foto: Reprodução/Twitter


Uma denúncia feita nas redes sociais sobre um cachorro que teria sido espancado dentro da uma unidade do Carrefour, na última quarta-feira (28), continua gerando repercussão.


O caso aconteceu numa loja da rede em Osasco, São Paulo. Na denúncia, veiculada no Twitter, imagens mostram o animal com as patas traseiras feridas e marcas de sangue no chão da loja. O espancamento teria partido de um segurança do supermercado.  


Defensores dos animais e ativistas informaram ainda que houve tentativa de envenenamento do animal. O cachorro chegou a ser socorrido pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) mas não resistiu ao ferimento e morreu. 


Um laudo determinará a causa da morte. O cachorro estava na loja de Osasco havia alguns dias e chegou a receber água e alimentos dos funcionários do local. 


O  Carrefour emitiu um comunicado sobre o caso, afirmando que repudia maus-tratos contra animais e que afastou temporariamente a equipe de segurança que estava de plantão naquele dia enquanto prosseguem as investigações:


“A rede informa que repudia veementemente qualquer tipo de maus-tratos. Esclarece ainda que, preventivamente, afastou a equipe responsável pela segurança do local no dia da ocorrência até que a rigorosa apuração em curso seja concluída e as devidas providências adotadas. Reforça também que, assim que notou a presença do animal nas dependências da loja, o acolheu, oferecendo água e comida, até que a equipe do Centro de Controle de Zoonoses de Osasco chegasse ao local para o devido atendimento.” 

Veja também