Traficante da Vila Ipiranga é solto por engano em Goiás

Playboy é braço direito de Beira-Mar

Enviado Direto da Redação
Preso em 2011, Leomar foi solto indevidamente em Goiás

Preso em 2011, Leomar foi solto indevidamente em Goiás

Foto: Divulgação

Um erro da Suprema Corte brasileira levou à soltura do traficante internacional de drogas Leomar de Oliveira Barbosa, o Leozinho da Vila Ipiranga, também conhecido como Playboy e braço-direito de Beira-Mar, que cumpria pena num presídio de Goiás. Preso em 2011 em uma operação da Policia Federal, ele conseguiu sair, na última quarta-feira, pela porta da frente apesar de ter condenações por vários crimes.

A decisão de soltá-lo foi do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, que salientou que ele só deveria ser solto caso não tivesse preso por outras razões. O juiz federal de Goiânia Aderico Rocha Santos, que expediu o alvará de soltura, também destacou que Leomar não deveria receber liberdade caso estivesse preso por outro processo.

Devido ao erro, os servidores envolvidos no caso foram afastados de suas funções e respondem a uma sindicância para apurar os fatos e a responsabilidade pela liberação.

Veja também