Homem pode ter sido morto por tiro acidental de amigo na Trindade

Possível acidente aconteceu no domingo

Enviado Direto da Redação

A morte de João Carlos Celestino, de 53 anos, ocorrida na madrugada do último domingo, pode ter sido causada por um disparo acidental, segundo investigação da Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNISG).

Segundo a polícia, João Carlos teria saído de uma festa juntamente com um amigo, e seguido para a casa dele, que seria o autor do disparo, na Trindade, em São Gonçalo. Na residência, localizada na Rua Doutor Mário Daflon, João Carlos teria sido atingido por um tiro no abdômen.

“A investigação aponta que o possível autor do tiro teria ido mostrar a arma para João Carlos e acabou efetuando um disparo acidental, que atingiu o abdômen da vítima. Eles eram amigos e tinham saído de uma festa juntos, pouco antes do crime”, contou o delegado adjunto da DH, Gabriel Poiava.

João Carlos chegou a ser socorrido para o Pronto Socorro Central de São Gonçalo (PSSG), no Zé Garoto, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade. Já o autor do disparo passou mal momentos depois e está internado em uma unidade particular, também em São Gonçalo.

Veja mais notícias:


Polícia investiga se traficantes mataram motorista de uber no Jardim Catarina

Confronto entre PMs e traficantes causa pânico em moradores do Salgueiro

Homem é preso acusado de fazer arrastão em São Gonçalo

Veja também