Troca de tiros dentro de hospital assusta pacientes em Itaboraí

Após o tiroteio, PMs reforçaram o policiamento no local

Escrito por Redação 12/05/2018 08:25, atualizado em 12/05/2018 08:19
. Foto: Alex Ramos

Por Daniela Scaffo


Um intenso tiroteio dentro do Hospital Municipal Desembargador Leal Junior, localizado em Nancilândia, Itaboraí, assustou pacientes e funcionários da unidade, durante a madrugada de ontem. Segundo informações da polícia, por volta de meia noite, um homem ainda sem identificação, deu entrada na unidade baleado. Ele foi socorrido por populares após ter sido ferido em Porto das Caixas. A 71ªDP (Itaboraí) investiga se o conflito tem ligações com a disputa entre milicianos e traficantes pelo domínio territorial da comunidade da Reta Velha.


O comandante do 35ºBPM (Itaboraí), Marcelo Carmo, informou que o baleado não tem relação com nenhuma ocorrência da PM. Após ter sido estabilizada, a vítima foi encaminhada ao Hospital Estadual Alberto Torres, no Colubandê, em São Gonçalo. Por volta das 3h, um homem armado rendeu um maqueiro do hospital e seguiu com ele até o setor de trauma. Ao olhar os pacientes, o mesmo não encontrou quem procurava e fez uma ligação em seu celular, e insistiu para olhar as enfermarias. Na sala, os PMs responsáveis pela custódia de presos viram que o suspeito estava com o funcionário rendido e iniciaram uma troca de tiros.


Durante o confronto, o suspeito fugiu numa moto modelo Yamaha, de cor azul, que ele havia deixado ligada antes de entrar no hospital. Acompanhantes de pacientes que estão internados, contaram que os pacientes estão com medo de permanecer na unidade. “Está todo mundo em desespero lá na enfermaria, com medo de que isso volte a acontecer. Aqui todo mundo entra na hora que quer, uma verdadeira bagunça. Eles passaram por momentos de desespero. Todo mundo tentou se esconder na hora do tiroteio”, disse uma mulher, que preferiu não se identificar.


Ninguém ficou ferido durante a troca de tiros. Porém, paredes, janelas e portas do hospital foram perfuradas.


“Todos os pacientes foram tranquilizados. Somente a estrutura física foi alvejada, mas nossa segurança já foi reforçada pela Polícia Militar e Guarda Municipal e assim”, disse o secretário municipal de Saúde, Júlio César Ambrósio.


Segundo a PM, equipes de policiais do 35ºBPM foram deslocadas e reforçam o serviço de custódia na unidade hospitalar. O delegado titular da 71ªDP (Itaboraí), Vilson de Almeida, informou que está buscando a identificação do baleado para elucidar ajuda o caso. “Foram recolhidas cápsulas da pistola usada pelo suspeito”, afirmou.


Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas