Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Violência deixa Jardim Catarina 'sitiado' em São Gonçalo

Protestos fecharam pistas da RJ-104 e BR-101, durante o dia de ontem

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 21 de abril de 2018 - 07:32
20 04 2018 Manifestação causa transtornos  ne RJ 104 e na Nit Manilha SN
20 04 2018 Manifestação causa transtornos ne RJ 104 e na Nit Manilha SN -

Por Renata Sena e Thuany Dossares

Mais de 200 mototaxistas realizaram protestos contra a morte de um adolescente de 17 anos, na manhã de ontem, nas principais rodovias que cortam São Gonçalo. Na primeira manifestação, eles atearam fogo em pneus e fecharam a RJ-104, na altura do Laranjal. Em seguida, repetiram o protesto na BR-101, na altura do Jardim Catarina. Após os protestos, homens numa motocicleta atearam fogo no Posto de Policiamento Comunitário (PPC) do bairro.

Conforme os manifestantes, a ação foi organizada para protestar contra a morte de um mototaxista, de 17 anos, que teria sido executado, na madrugada de ontem, no Jardim Catarina. De acordo com um familiar do adolescente, ele foi atingido por diversos tiros quando seguia para mais uma ‘corrida’. “Ele entregava pizzas. Terminou o expediente e seguiu para atender um passageiro. Aqui só tem mototaxistas e estamos fazendo a manifestação porque estamos cansados de perder vidas. Somos todos trabalhadores, aqui não tem nenhum vagabundo. Mas o povo vê alguém de moto à noite já acha que é bandido. Esse já é o terceiro profissional inocente que morre”, desabafou um mototaxista e primo do adolescente morto.

Segundo moradores do bairro, policiais militares realizavam operação no local e teriam baleado o adolescente durante confronto com criminosos. O rapaz chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Estadual Alberto Torres, no Colubandê, mas morreu na manhã de ontem. A assessoria de imprensa da Polícia Militar não respondeu as solicitações para comentar o caso. Para conter os manifestantes, policiais militares utilizaram o veículo blindado do 7ºBPM (SG). Na RJ-104, os motociclistas se dispersaram antes da chegada do ‘Caveirão’, mas na BR-101, a chegada dos militares contribuiu para finalizar a manifestação.

As duas rodovias tiveram o trânsito interditado e o engarrafamento, em ambos os sentidos, seguiu por diversos quilômetros.

De acordo com a Polícia Militar, agentes do Grupamento de Ações Táticas (GAT) do 7ºBPM (São Gonçalo) realizavam patrulhamento de rotina pelo Jardim Catarina, durante a madrugada. Por volta de 0h, os militares foram informados que homens estariam instalando barricadas em ruas do Jardim Catarina Novo.

Com o apoio do veículo blindado, o ‘Caveirão’, eles seguiram para a comunidade e na esquina entre as ruas Ouro Branco e Marcos da Costa, foram vistos pelo ocupante de uma moto Honda Bros que teria atirado contra eles. Houve confronto e o suspeito teria tentado fugir, mas na fuga, acabou colidindo contra um muro, deixando uma pistola Glock, calibre 40, cair no chão.

Segundo a PM, o adolescente de 17 anos era quem pilotava a moto. O comandante do 7ºBPM, coronel Marcos Lima, falou que o patrulhamento no Jardim Catarina está reforçado.

Matérias Relacionadas