Comerciante é morto na porta de sua hamburgueria no Arsenal, em São Gonçalo

Caso aconteceu na noite de sexta-feira

Escrito por Redação 01/04/2018 07:53, atualizado em 01/04/2018 07:49
. Foto: Leonardo Ferraz


Um comerciante, identificado como Dilenio Oliveira Coelho, de 61 anos, foi morto a tiros durante uma suposta tentativa de assalto, na noite de sexta-feira, na porta de sua hamburgueria, localizada às margens da Avenida Doutor Eugênio Borges (RJ-106), altura do bairro Arsenal, em São Gonçalo.


Segundo informações da Polícia Militar, homens armados aproveitaram o momento em que ele chegava na loja para anunciar o assalto. Após pegar alguns pertences do comerciante e objetos da loja, os bandidos teriam tentado levar uma televisão. Neste momento, Dilenio teria reagido, e os criminosos atiraram.


A versão, no entanto, de acordo com pessoas próximas à família, pode ser diferente. Segundo informações, esta seria a sexta vez que a hamburgueria sofreria um assalto. Na última, a menos de um mês, Dilenio teria percebido que os assaltantes usavam uma arma de brinquedo e reagiu, chegando a entrar em luta física, e conseguindo expulsar os criminosos.


A Polícia Civil, através da Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNISG) não confirmou nenhuma das versões, afirmando apenas que é muito cedo para qualquer definição e as informações ainda são preliminares. Agente da especializada fizeram perícia técnica no local e encontraram um estojo de pistola dentro do estabelecimento. Os policiais procuraram imagens de câmeras de segurança na vizinhança que possam ter registrado imagens para identificar os criminosos.


Testemunhas do caso prestaram depoimento na sede da especializada, em Niterói. Nas redes sociais, diversos amigos de Dilenio pareciam não acreditar na morte do comerciante e fizeram diversas homenagens. Em uma delas, uma mulher disse estar sem palavras com a notícia.


“Você foi um menino especial, não tenho palavras para expressar essa dor. Que Deus te receba de braços abertos e leve para um lugar melhor do que esse mundo cruel”, publicou.


O sepultamento de Dilênio foi ontem no Cemitério Parque da Paz, no Pacheco, em SG.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas