Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,2536 Euro down 5,4886
Search

Região contabiliza quatro mortos e cinco baleados

Os crimes aconteceram em menos de 24 horas

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 25 de março de 2018 - 07:52
No Jóquei, o motorista Felipe Ferreira da Costa, de 27 anos, levou dois tiros na madrugada
No Jóquei, o motorista Felipe Ferreira da Costa, de 27 anos, levou dois tiros na madrugada -

Por Daniela Scaffo

Quatro pessoas foram assassinadas e outras cinco baleadas entre a noite de sexta e a manhã de ontem, em Niterói, São Gonçalo e Itaboraí. Na Rua Ernestina Guedes, no Jóquei, em São Gonçalo, o motorista Felipe Ferreira da Costa, de 27 anos, e um outro jovem, de identidade não revelada, estavam próximos as suas residências quando houve uma intensa troca de tiros, por volta de 5h de sábado, e eles foram atingidos por tiros.

Segundo testemunhas, Felipe e a outra vítima foram ameaçados pelos criminosos e baleados em seguida. O primeiro jovem não resistiu aos ferimentos e morreu no local, enquanto o outro foi levado para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê. Familiares de Felipe disseram que escutaram os tiros e, momentos depois, descobriram que a vítima era o motorista. O jovem foi criado na comunidade e todos os descreveram como um menino trabalhador e tranquilo. Ele deixa três filhos.

O delegado da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG), Wilson Palermo, contou que a linha de investigação é de disputa de tráfico na localidade. Felipe foi atingido por dois disparos de arma de fogo. Diversos projéteis foram encontrados em quase toda extensão da rua. “Acreditamos que Felipe e o outro menino tenham sido mortos porque viram a ação dos criminosos, possivelmente uma disputa de facções”, disse Wilson.

Itaboraí – Momentos depois, os agentes seguiram para uma segunda ocorrência em Itaboraí, onde dois homens, ainda não identificados, foram encontrados mortos na Estrada da Conceição, em Porto das Caixas. Uma das vítimas era parda, usava calça e camisa preta, enquanto o outro trajava roupa camuflada do Exército.

Niterói – Por volta de 12h, o funcionário de um lava jato localizado na Rua Carlos Maximiliano, no Fonseca, em Niterói, identificado apenas como Leonardo, foi atingido por diversos tiros enquanto trabalhava. O homem, de aproximadamente 27 anos, era morador da comunidade do Boa Vista, trabalhava há três meses no lava jato e deixa um filho.

Segundo testemunhas, um carro preto, modelo Honda Civic, parou em frente ao estabelecimento e um homem armado disparou contra a vítima. No local, havia dois outros funcionários, que correram na hora dos disparos.

Baleados - Outras três pessoas deram entrada no Heat baleadas na noite de sexta-feira. Uma delas foi identificada como um cabo da Marinha. Ainda não se sabe as circunstâncias dos crimes. Um outro homem foi baleado após confronto com policiais do 35º BPM (Itaboraí) na Rua Ozório da Costa, em Manilha, na noite de sexta-feira e também está no Heat.

Matérias Relacionadas