Acusados de matar vereador Lúcio do Nevada são condenados

O crime aconteceu em 2012 por motivos políticos

Escrito por Redação 24/03/2018 08:29, atualizado em 24/03/2018 08:26

Lúcio do Nevada foi morto ao sair de casa, em Niterói
Lúcio do Nevada foi morto ao sair de casa, em Niterói . Foto: Divulgação


Dois acusados de matar o empresário e vereador eleito Lúcio Diniz Araújo, o Lúcio da Nevada, em 2012,em Santa Bárbara, Niterói, foram condenados pelo Conselho de Sentença do 3º Tribunal do Júri daquela comarca, na última quinta-feira. Os réus foram condenados por homicídio triplamente qualificado. A sentença destaca que a vítima foi assassinada por motivos políticos.


 “O crime revela, portanto, verdadeiro atentado contra a democracia, posto que todo o obrar criminoso dos meliantes foi voltado para impedir que a vítima, vereador legitimamente eleito pelo povo, assumisse seu posto”, frisou a juíza Nearis dos Santos Carvalho.


Policial Militar na época do crime, Damião Washington da Silva Ferreira, também foi condenado por associação criminosa, recebendo a pena de 26 anos de prisão. “A conduta do réu se torna ainda mais grave, tendo em consideração que à época, era policial militar da ativa e, como tal, deveria primar pela proteção e segurança dos cidadãos”, diz a decisão.

O outro réu, Marco Antônio Barbosa, foi condenado a 25 anos de prisão. A morte de Nevada teria sido tramada pelos funcionários do segundo escalão de um vereador da Câmara de Niterói, que era primeiro suplente do empresário.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas