Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,2536 Euro down 5,4905
Search

Recompensa pelo traficante Schumaker aumenta para R$ 20 mil

Chefe do Jardim Catarina é acusado de roubos, homicídios e latrocínio

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 05 de março de 2018 - 09:02
Recompensa por Schumaker (R$10 mil) é maior do que a oferecida por Thomaz Jhayson Vieira Gomes, o 2N do Salgueiro (R$10 mil)
Recompensa por Schumaker (R$10 mil) é maior do que a oferecida por Thomaz Jhayson Vieira Gomes, o 2N do Salgueiro (R$10 mil) -

O Portal dos Procurados do Disque Denúncia aumentou para R$20 mil a recompensa oferecida por informações que levem à prisão de Schumaker Antonácio do Rosário, de 34 anos. O traficante é apontado pela polícia como chefe do tráfico de drogas na comunidades Pica Pau, Baixada e Ipuca, no Jardim Catarina, em São Gonçalo. 

Schumaker foi preso pela primeira vez em agosto de 2003, por cometer um assalto. Dez anos depois, ele recebeu o benefício para cumprir o restante da pena em regime semiaberto e não retornou ao Instituto Penal Edgar Costa, onde cumpria pena. 

Depois disso, o traficante já foi condenado a 29 anos por crimes de homicídio e assalto a mão armada. Atualmente o chefão do tráfico busca refúgio no Complexo do Salgueiro para fugir de operações da Polícia.

A quadrilha do traficante, conhecida pelo nome de O “Bonde do Schumacher”, é acusada de tráfico de drogas, assaltos e homicídios. Em fevereiro de 2017, traficante chegou a oferecer aos seus "soldados" uma recompensa de R$5 mil por cada policial morto na região.

Antes, em junho de 2014, a quadrilha liderada pelo criminoso, teria executado com mais de 20 tiros o soldado da PM Dayvid Lopes Atanásio, de 25 anos, no Jardim Catarina. Lotado no Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), o militar sofreu uma emboscada próximo de sua casa.

Contra Schumacher, ainda existem dois mandados de prisão em aberto, expedidos pela 4ª Vara Criminal de São Gonçalo, pelos crimes de homicídio qualificado e roubo majorado.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização do acusado, favor informar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ. 

Matérias Relacionadas