Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,3317 Euro up 5,5605
Search

Arrastão termina com um PM e mais dois homens feridos em São Gonçalo

Sequência de assaltos aconteceu em quatro diferentes bairros do município

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 05 de março de 2018 - 08:07
O fiesta prata, roubado no Colubandê, foi deixado pelos assaltantes na Rua Augusto Calheiros
O fiesta prata, roubado no Colubandê, foi deixado pelos assaltantes na Rua Augusto Calheiros -

Por Marcela Freitas e Jéssica Ziehlsdorff

Quatro roubos a veículos e vários a pedestres, o policial militar Bruno Simas Guimarães e dois assaltantes feridos. Este foi o saldo de uma sequência de assaltos, realizados por quatro homens, entre a madrugada e manhã de ontem em São Gonçalo.

O primeiro assalto ocorreu na Rua Domingos Costa, em Amendoeira, ainda na manhã de sábado, quando um veículo UP foi levado pelos criminosos. Na madrugada de ontem, já com o UP, eles roubaram vários passageiros que aguardavam ônibus no bairro Colubandê. Em seguida, anunciaram assalto ao proprietário de um fiesta prata, um técnico de eletrotécnica de 49 anos.

O técnico contou que passava pela Rua José Mendonça de Campos, próximo a Praça do Colubandê, quando observou dois dos quatro criminosos roubando várias pessoas no ponto de ônibus. Em seguida, ele foi abordado e teve que entregar o carro e a carteira.

“O rapaz que me abordou era baixo, moreno, magro e estava sem camisa e sandália. Ele estava bastante nervoso e disse que se meu carro tivesse alarme, iria me matar. Quando saí do carro, ele me revistou e tirou a carteira que estava em meu bolso. Corri em direção ao posto de gasolina e observei que os outros dois bandidos que estavam no UP tinham um fuzil”, relembrou. 


Do Colubandê, eles seguiram para o Raul Veiga, onde abordaram o policial lotado no 7º BPM (São Gonçalo). De acordo com testemunhas, o crime ocorreu por volta das 5h45 na Rua Augusto Calheiros, quando o militar foi fechado pelo grupo de quatro homens que chegaram nos dois veículos roubados. O cabo PM reagiu e houve intenso confronto.

Após a troca de tiros, os assaltantes fugiram no UP e deixaram o fiesta no local. O policial ferido foi socorrido por moradores em seu próprio veículo, um Peugeot, e foi levado ao Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, em São Gonçalo.

Do Raul Veiga, os criminosos foram para o Vila Três, onde fizeram mais uma vítima. Desta vez, um padeiro de 60 anos, que teve um carro Gol levado. A vítima contou que, ao ser abordado, na Rua Nestor Pinto Alves, os homens queriam que ele socorresse um ferido. Em seguida, mudaram de ideia e resolveram levar o carro.

“Eles não falaram comigo em tom ameaçador. Vi a pistola na mão deles, mas chegaram me pedindo para levar o ferido. Em seguida, ele perguntou se eu queria que ele levasse o carro e disse que sim. Saí rapidamente e os quatro entraram no meu carro, deixando para trás o veículo em que estavam (UP)”, contou.

Na tarde de ontem, dois homens baleados deram entrada no Heat. Eles foram reconhecidos por testemunhas como os autores dos roubos em série e permanecem internados no hospital sob custódia. O estado de saúde deles é estável.

A assessoria de imprensa do Heat informou que o estado de saúde do PM é considerado grave. O caso foi registrado na 74ª DP (Alcântara).

Matérias Relacionadas