Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,3025 Euro up 5,5284
Search

Polícia Militar faz nova operação de retirada de barricadas no Jardim Catarina

Bairro é o que mais sofre com bloqueios do tráfico em São Gonçalo

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 28 de fevereiro de 2018 - 09:44
Policiais utilizaram um trator e uma caçamba para retirar barreiras
Policiais utilizaram um trator e uma caçamba para retirar barreiras -

Policiais do 7º BPM (São Gonçalo) continuam realizando operações para retirada de barricadas instaladas por traficantes em ruas de comunidades do município. A ação voltou a acontecer ontem no Jardim Catarina, bairro com o maior número de denúncias de moradores para o canal "Tem Barricada Aí?". 

Entre as vias desobstruídas com auxílio de um trator estão as ruas Rubis, Pérolas e dos Marfins, na esquina com a Rua Cristiano Filgueiras. Os PMs tiveram que usar também uma caçamba de lixo para acumular todo o material recolhido.

Para o comandante do 7º BPM (São Gonçalo), tenente-coronel Marcos Lima, as barricadas são muito prejudiciais à população. 

"As barricadas não impedem a ação dos policiais. Quem fica sem poder circular no local são os moradores. A polícia continua agindo nesses pontos onde criminosos instalam as barreiras", explicou. 

Mesmo após a ação desta terça-feira, o Jardim Catarina ainda possui mais de 40 ruas interditadas. E em relação a isso, o comandante do 7º BPM salientou a dificuldade de tornar rotina as operações para desobstruções das vias. 

"O batalhão não possui equipamentos para realizar esse serviço. Além do mais, isso não é uma função da Polícia Militar. Mas, com a ajuda da Prefeitura, conseguimos realizar a retirada de barricadas para garantir o direito da população", completou o tenente-coronel. 

Denúncias sobre barricadas do tráfico podem ser enviadas ao “Tem Barricada Aí?”, canal exclusivo de OSG, que recebe informações de barreiras em ruas de São Gonçalo, Niterói e Itaboraí. O número do WhatsApp (21) 97220-642 está disponível para receber informações diariamente. Caso alguma via já tenha sido mencionada, mas existam novos detalhes, os leitores devem enviar novas mensagens com as atualizações. 

Matérias Relacionadas