Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down 5,4907
Search

Idosa é morta por bala perdida a caminho da padaria em Itaboraí

Caso ocorreu durante confronto entre policiais e traficantes

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 14 de janeiro de 2018 - 07:34
Os policiais do 35ºBPM fizeram operação no local para tentar prender traficantes de drogas
Os policiais do 35ºBPM fizeram operação no local para tentar prender traficantes de drogas -

Por Marcela Freitas

A aposentada Dalma de Fátima Paiva Machado, 62 anos, morreu, vítima de bala perdida, na manhã de sexta-feira, durante confronto entre policiais do 35º BPM (Itaboraí) e traficantes da Reta Velha. Dalma saia de uma padaria onde foi comprar uma água tônica, quando foi baleada nas costas. Ela chegou a ser socorrida pelos militares, mas morreu ao dar entrada no Hospital Municipal Desembargador Leal Júnior.

Na mesma ação, um suspeito, identificado pela polícia como Leonardo Nascimento Brevê de Magalhães, o Da Rússia, de 23 anos, também morreu. Um outro homem de 21 anos foi preso.

Testemunhas contaram que nas primeiras horas da manhã, houve um intenso confronto na comunidade, sem que houvesse qualquer notícia de feridos. Por volta das 11h, após o cessar fogo, Dalma, que morava na região desde a infância, foi à padaria. Logo após entrar no comércio, um veículo Logan prata passou pelo local e foi atacado por traficantes. Houve um confronto e Dalma acabou sendo baleada nas costas. Socorrida ainda com vida, a aposentada não resistiu aos ferimentos. Parentes relataram que Dalma era uma pessoa bem conhecida no local. Natural de Itaperuna, no interior do Rio, ela vivia desde os três anos em Itaboraí.

“Ela era uma pessoa muito querida por todos. Uma mulher que vivia exclusivamente para a família. Ela dedicou à vida a cuidar dos seus sobrinhos e primos. Ainda não estamos acreditando que isso aconteceu. Foi uma fatalidade. O que sei é que ela vai fazer muita falta para todos”, lamentou uma familiar.

Operação - Durante ação para reprimir o tráfico de drogas, os militares foram atacados. No primeiro momento, os policiais prenderam um homem na Rua 121, com 829 gramas de cocaína, nove rádios transmissores, um caderno com varias anotações do tráfico, duas balanças de precisão, farto material de endolação, um bloqueador de celular, uma espingarda de pressão e dois condensadores de ar do tipo split.

Ainda em buscas pelo local, os policiais encontraram um rastro de sangue e próximo dele, um carregador de pistola Glock com capacidade para 30 disparos. Eles foram informados por populares, que um suspeito identificado como Da Rússia, havia sido baleado. Socorrido por amigos, o suspeito acabou não resistindo, após ser levado para o Pronto Socorro de São Gonçalo.

Matérias Relacionadas