Sucessor de 'Robozinho' ainda não foi definido por facção criminosa

Traficante era líder do Comando Vermelho

Escrito por Redação 09/01/2018 08:22, atualizado em 09/01/2018 08:09
>> 'Robozinho' foi morto pela polícia em Saquarema
>> 'Robozinho' foi morto pela polícia em Saquarema . Foto: Divulgação


Três dias após a morte do traficante Rodrigo Jaccoud, o Robozinho, de 38 anos - um dos líderes da facção criminosa Comando Vermelho (CV) no Estado do Rio e chefe do tráfico em várias comunidades de São Gonçalo - a cúpula da facção ainda não definiu quem será o seu sucessor.


No entanto, provisoriamente, quem está comandando os pontos de venda de drogas antes gerenciados por Robozinho são quatro de seus soldados, identificados apenas como Cotonete, Nem, Gordo e Sagaz, segundo as investigações da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG). Esses pontos de comércio de entorpecentes são em favelas em Monjolos, Mundel, Marambaia, Cabuçu, Apolo, Jardim Bom Retiro e Rio do Ouro.


A especializada ainda apura a informação de que a cúpula do CV, chefiada por Márcio Amaro de Oliveira, o Marcinho VP, e Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco, que estão presos em presídios federais, estariam decidindo de dentro da cadeia quem seria o substituto de Robozinho, que pode não ser oriundo de São Gonçalo.


Luto - Por causa de morte de Robozinho, os comércios do Mundel, Monjolos e Marambaia, em São Gonçalo, foram obrigados a baixar as portas por dois dias, em uma forma de luto forçado, decretado pelo tráfico.


(Thuany Dossares)


Leia também:


Polícia mata Nando do Anaia e mais dois traficantes em São Gonçalo

Tráfico decreta luto em São Gonçalo após morte de 'Robozinho'


Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas