Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Mulher acusa PM de agressão em academia de São Gonçalo

Vítima precisou ter um dos braços imobilizados após a agressão

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 06 de dezembro de 2023 - 16:21
Episódio está sendo investigado pela 72ª DP (Mutuá)
Episódio está sendo investigado pela 72ª DP (Mutuá) -

Uma mulher de 36 anos acusa um policial, lotado no 12°BPM, (Niterói) de agressão durante treinamento na academia Smart Fit, no Jardim Alcântara, em São Gonçalo, na noite da última segunda-feira (04). De acordo com a vítima, o PM teria contado com a ajuda da mulher dele, ambos clientes da academia, no momento das agressões. A confusão teria se iniciado por conta de uma discussão em torno do revezamento de aparelhos da academia.

O episódio aconteceu na SmartFit Jardim Alcântara, próximo ao Colubandê. Segundo o relato da vítima, a discussão começou depois que ela perguntou à mulher do PM, também cliente da unidade, se aceitaria revezar o uso de um aparelho. A acusada teria recusado e começado a discutir com ela.


Leia também:

➢ Mulher morre após ser atropelada no Alcântara, São Gonçalo

DH de Niterói prende mulher de 'chefão' do 'CV' ligado a SG


A confusão piorou depois que o policial, que também treinava no local, entrou na discussão e chamou a mulher de "vagabunda". Em seguida, ele teria dado um tapa no rosto da vítima. A esposa do PM teria, de acordo com o relato, dado continuidade às agressões, puxando a vítima pelas costas, o que causou ferimentos num dos ombros, nas mãos e nos seios dela.

O caso foi registrado na 72ªDP (Mutuá), que está investigando o crime. Após prestar depoimento, a vítima realizou um exame de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML) de Tribobó e procurou ajuda médica no Hospital Municipal Conde Modesto Leal, em Maricá, onde precisou imobilizar um dos braços com uma tipóia.

Procurada, a academia Smart Fit afirmou que "repudia qualquer tipo de violência e intolerância" e que a unidade "adotou as medidas cabíveis". 

A Assessoria de Imprensa da Polícia Militar informou que, nesta segunda-feira (04), policiais militares do 7ºBPM (São Gonçalo), foram acionados para uma ocorrência de lesão corporal, na Rua Cap. Juvenal Figueiredo, no bairro Almerinda, em São Gonçalo. De acordo com o comando da unidade, a equipe compareceu ao estabelecimento para verificar uma queixa de briga entre os alunos. E no local, uma mulher informou ter sido agredida por um homem, sendo esse homem um policial militar. Os envolvidos foram conduzidos até 74ªDP (Alcântara), onde o caso foi registrado.

Matérias Relacionadas