Morte e comércio fechado no Paraíso

Enviado Direto da Redação
Gugu foi morto durante confronto com PMs no Morro do Feijão. Em represália, traficantes

Gugu foi morto durante confronto com PMs no Morro do Feijão. Em represália, traficantes

Foto: Alex Ramos

Por Marcela Freitas

Apontado pela polícia como um dos líderes do tráfico no Morro do Feijão, no Paraíso, em São Gonçalo, Gustavo Rodrigues Castelhano, o Gugu ou Paraíba, de 23 anos, foi morto durante confronto entre policiais do 7ºBPM (São Gonçalo) e traficantes, na madrugada de ontem. Com ele, os policiais apreenderam um fuzil e grande quantidade de drogas.

Os PMs contaram que foram à comunidade checar uma informação de que traficantes armados, um deles com fuzil, teriam sequestrado um bandido de uma facção rival e pretendiam executá-lo no campo de futebol. Os agentes fizeram um cerco no local e houve troca de tiros. No confronto, Gugu, que estaria portando um fuzil, foi atingido e morreu no local.

Além do fuzil, com carregador e 10 munições, foram apreendidas uma mochila com 112 pinos de cocaína e 134 trouxinhas de maconha. Ainda de acordo com a polícia, Gugu era um dos homens de confiança de Pio Danton Rodrigues Filho, o Pio ou Borracha, chefão do tráfico no Morro do Feijão, preso em janeiro do ano passado. O caso foi registrado na 73ªDP ( Neves).

Luto forçado - Comerciantes tiveram suas atividades interrompidas por ordem de traficantes, na manhã de ontem, na Rua Francisco Portela, no Paraíso. Farmácias, mercados e outros estabelecimentos foram fechados em represália à morte do suspeito.

Segundo a polícia, homens em motocicletas teriam repassado a determinação dos criminosos aos comerciantes. Policiais do 7ºBPM reforçavam o patrulhamento na região.

Veja também