Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Polícia prende mulher trans conhecida como uma das maiores ladras de celular do Rio

Bruna Rayalla já fez mais de 30 vítimas na Zona Sul do Rio

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 04 de abril de 2023 - 14:12
Ela estava sendo monitorada pela polícia há cerca de duas semanas
Ela estava sendo monitorada pela polícia há cerca de duas semanas -

Uma mulher conhecida como uma das maiores ladras de celular da cidade do Rio foi presa pela polícia no último sábado (1). A polícia estima que Bruna Rayalla já tenha feito mais de 30 vítimas na Zona Sul do Rio. Ela foi localizada na Quinta da Boa Vista, em um ponto conhecido pela oferta de prostituição.

A abordagem da criminosa era simples: ela abordava as possíveis vítimas com brincadeiras e danças sensuais na rua, usando da aparência para se aproximar e, sem que elas percebessem, pegava celulares e carteiras em bolsos. A maioria das pessoas furtadas eram turistas.

Bruna estava sendo monitorada pela polícia há cerca de duas semanas, mas, em um período de 10 anos, já foi detida sete vezes. Ela já havia ficado presa antes, entre 2014 e 2017.

As investigações da 13ª DP (Copacabana) começaram depois da suspeita da participação de Bruna num roubo, executado com outros comparsas não identificados, usando arma de fogo, faca, estilete e pedaço de madeira para intimidar as vítimas.

Os três suspeitos teriam abordado e assaltado dois casais que estavam sentados na orla de Copacabana. Depois do crime, o suspeitos teriam fugido num carro.

Bruna está em prisão temporária e espera reconhecimento das vítimas. A suspeita também vai responder pelos crimes de extorsão praticada contra vítimas que pagaram para manter relações sexuais com ela.

Matérias Relacionadas