Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Delegacia de São Gonçalo prende ex-padre acusado de estupro, maus-tratos e agressão

Homem descumpriu uma medida protetiva pedida pela ex-companheira

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 01 de abril de 2023 - 15:57
Acusado foi preso por policiais civis da 72ª DP (Mutuá)
Acusado foi preso por policiais civis da 72ª DP (Mutuá) -

Um ex-padre foi preso neste sábado (1º), em Rio Bonito, por descumprir medida protetiva contra a ex-mulher. Ele também foi denunciado por estupro, maus-tratos e agressão contra os dois ex-enteados, menores de idade, pelo Ministério Público.

O mandado de prisão preventiva foi cumprido por agentes da 72ª DP (Mutuá). Há duas investigações em andamento contra o homem: uma na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de São Gonçalo, relativa à ex-companheira, e outra na 72ª DP, relativa aos ex-enteados.

A mulher vítima teria relatado na delegacia que sofreu violência doméstica e sexual, e que os dois teriam uma relação conturbada. Ela também afirmou que foi estuprada durante uma gestação de risco. Segundo a investigação, o homem teria descumprido a medida protetiva contra a ex-mulher várias vezes.

A ex-companheira do ex-padre, que já atuou em paróquias de Niterói, Iguaba Grande e Rio Bonito, só teria descoberto as agressões contra os filhos, de um relacionamento anterior, depois de terminar o relacionamento.

O caso das agressões física e psicológica contra os menores, dois meninos de 8 e 14 anos, foi denunciado pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ). O ex-padre responde por tortura, incitação ao suicídio e estupro de vulnerável.

Além dos dois meninos, ela tem uma bebê, fruto do relacionamento com o homem preso. 

Matérias Relacionadas