Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Família acusa policial de matar cachorro em São Gonçalo, vídeos!

Imagens mostram viatura da 81ª DP (Itaipu) passando pelo local

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 01 de abril de 2023 - 10:13
Munição encontrada no local
Munição encontrada no local -

“Em defesa de quem precisar”. Este é o lema da Polícia Civil, mas para moradores do Pita, em São Gonçalo, não foi isso o que aconteceu. A família acusa policiais de atirarem contra o cachorro da família por maldade. O animal foi baleado com dois tiros de fuzil no peito na tarde desta sexta-feira (31), na Travessa Flora Ferreira.

 

Autor: Divulgação
 

Segundo o dono do animal, Diego Carvalho, 30 anos, ele estava trabalhando quando a esposa ligou em estado de choque para informar que uma viatura que parou na frente de seu imóvel, fez disparos contra o animal e foi embora. A mulher, que está de resguardo, estava cuidando da filha de apenas um mês no momento do ocorrido.

 

Autor: Divulgação
 

Diego que é operador de e-commerce em um hipermercado em Niterói, foi para a casa logo após saber do caso e se deparou com a cena chocante. O animal, chamado carinhosamente de “Arrascaeta’, estava morto.

 

Autor: Divulgação
 

“Acabaram com minha vida. Falaram que os ‘policias’ entraram na minha casa e matou meu cachorro porque defendeu seu lar(sic)”, disse Diego ainda em estado de choque.

Ele revelou que o animal era dócil e latiu no intuito de alertar.

“Meu cachorro nunca fez mal para ninguém. E se esse tiro vaza e pega na minha esposa que estava dentro do quarto com minha filha? Que polícia é essa que deveria defender e faz covardia com animal? Polícia que mata animal, mata criança e morador trabalhador. Estava trabalhando, cara. Que covardia é essa? Me explica?”, questiona Diego.

Após amparar a esposa puérpera, Diego foi à 73ª DP (Neves) e registrou o caso.

 

Autor: Divulgação
 

“Queria entender o que aconteceu. Fui checar se havia algum mandado de busca para minha casa. Sou trabalhador e não tenho o que temer. Mas não havia. Então fica o questionamento, qual o sentido dessa covardia? Minha esposa não se negaria a abrir a casa. Somos gente de bem. O que sabemos é que eles entraram na rua, olharam uma casa ao lado da minha e meu imóvel. Minha esposa estava no quarto com o ar-condicionado ligado e só escutou um latido seguido de disparo. Quando ela saiu, já encontrou o cachorro morto e a viatura indo embora. Nem chegaram a entrar na casa. Só matou o cachorro e foram embora”, disse o morador.

Animal foi morto com tiros de fuzil
Animal foi morto com tiros de fuzil |  Foto: Divulgação
 

Após tomar conhecimento do caso, o delegado da distrital de Neves solicitou imagens de câmeras da rua. Nos vídeos é possível ver uma viatura da 81ª DP (Itaipu), passando pelo local no mesmo horário em que o animal foi executado. 

Viatura da 81ª DP
Viatura da 81ª DP |  Foto: Divulgação

 Procurada, a Polícia Civil  informou que lamenta o ocorrido. " Agentes da 81ª DP (Itaipu) estavam em diligências para apurar os roubos recentes a residências na Região Oceânica de Niterói quando o cachorro avançou neles. O caso foi registrado na 73ª DP (Neves) e a investigação está em andamento para esclarecer os fatos".

Matérias Relacionadas