Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,1566 | Euro R$ 5,517
Search

Dona de casa completa 72 horas de desaparecida em São Gonçalo

Adriana Estevam saiu para uma entrevista de emprego no Ceasa, no Colubandê e não retornou para casa

relogio min de leitura | Escrito por Renata Sena | 23 de janeiro de 2023 - 11:37
Diogo Estevam, filho da dona de casa, esteve na DH para prestar depoimento
Diogo Estevam, filho da dona de casa, esteve na DH para prestar depoimento -

A dona de casa Adriana Estevam, de 42 anos, que desapareceu na última sexta-feira (20), após sair para uma entrevista de emprego, segue sem fazer nenhum contato com a família. 

Na manhã desta segunda-feira (24), familiares de Adriana estiveram na Divisão de Homicídios de Niterói,  Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG), onde prestaram depoimento. 

"Ela saiu para fazer a entrevista de emprego no Ceasa, no Colubandê, mas pelo rastreio do celular dela vimos que a última localização foi no Carrefour, de Alcântara. Porém, as 11h09, ela falou com minha irmã e disse que já estava no ponto de ônibus para voltar para casa", contou Diogo Estevam, de 25 anos, filho da mulher. 

Imagem ilustrativa da imagem Dona de casa completa 72 horas de desaparecida em São Gonçalo
 

Adriana tem, além do Diogo, outros dois filhos, de 12 e 14 anos. Ela é casada há 12 anos e nunca havia sumido. 

"Nós temos certeza que ela não está desaparecida por vontade própria. Ela é uma pessoa que se preocupa muito com a família. Ajuda todo mundo", disse o filho. 

A vítima, que é evangélica, tem um projeto social onde distribui alimentos aos mais necessitados. Ela, segundo a família, é querida por todos e não possuía inimigos. 

A mulher, estava com R$1.200, além de cartões de créditos e senhas.

Agentes do setor de descoberta de paradeiros da Divisão de Homicídios estão investigando o caso.

Matérias Relacionadas