Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,1649 Euro down 5,2600
Search

Envolvidos nas mortes de crianças de 4 e 7 anos no Rio têm prisão decretada

Meninas Emily e Rebecca Santos foram alvejadas por tiros quando brincavam em calçada da comunidade do Sapinho, em Duque de Caxias. Traficantes são apontados como autores das mortes

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 05 de agosto de 2022 - 18:05
Crianças foram mortas a tiros no ano passado
Crianças foram mortas a tiros no ano passado -

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Especializada dos Núcleos Duque de Caxias e Nova Iguaçu, obteve a decretação da prisão preventiva de Leandro Santos Sabino, vulgo Trem, e Lázaro da Silva Alves conhecido como Mestre, pelo assassinato de Emily Victoria da Silva Moreira dos Santos, de 4 anos, e Rebecca Beatriz Rodrigues dos Santos, de 7. As crianças foram mortas a tiros, no dia 4 de dezembro de 2020, na Comunidade do Sapinho, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, enquanto brincavam na porta de casa. 

De acordo com a denúncia, traficantes ainda não identificados, atuaram como vigias do aparato de poder estabelecido naquela localidade pelos denunciados, avistaram uma viatura da Polícia Militar circulando em local próximo, na Av. Gomes Freire, e seguindo determinações e ordens dos denunciados, para proteger o seu território e com intenção matar os integrantes daquela viatura, efetuaram disparo de arma de fogo, que por erro na execução, atingiu as crianças Emily e Rebecca. Leandro Santos Sabino e Lázaro da Silva Alves foram denunciados por associação para o tráfico e dois homicídios duplamente qualificados.   

O laudo pericial elaborado a partir do exame de reprodução simulada concluiu que não foram encontrados indícios de disparo de arma de fogo pelos Policiais Militares envolvidos. Desta forma, a Justiça arquivou o inquérito que apurava a participação dos policiais envolvidos na ocorrência.

Matérias Relacionadas