Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,2337 Euro up 5,4870
Search

Vizinhos de comerciante morto em Itaboraí se perguntam o motivo da execução

Comércios funcionaram com meia porta em sinal de luto

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 23 de junho de 2022 - 20:13
Bar do Edson passou o dia com portas fechadas
Bar do Edson passou o dia com portas fechadas -

Os moradores da silenciosa Rua Fauna Maurício da Rocha, em Manilha, Itaboraí, ainda estão em choque com o crime que aconteceu na noite de terça-feira (22), que resultou na execução do comerciante Edson Parente Martins, morto dentro do bar que leva seu nome, localizado em uma das principais ruas do bairro.

O clima de luto e pesar cercava o local que mescla pequenos comércios e endereços residenciais. Em sinal de respeito e luto, alguns comerciantes preferiram não abrir ou funcionar apenas com meia porta. 

Edson foi executado por volta das 20h30 desta terça-feira por dois homens de motocicleta, que desceram do veículo e efetuaram diversos tiros em sua direção, fugindo logo em seguida. A polícia e também os vizinhos e colegas de trabalho não sabem a motivação por trás morte do comerciante tão querido no bairro. Com medo, os amigos e vizinhos preferiram não se identificar, uma vez que nem sabem a razão pela qual Edson foi morto.

"Ele era uma pessoa muito boa, brincava com todo mundo, mas nunca faltava com respeito, tratava todo mundo bem, até quem mora aqui há pouco tempo nunca ouviu ninguém falar mal dele", contou um morador que tem casa próxima ao bar. 

"Foi uma perda muito grande pra vizinhança, porque ele fazia muita coisa por aqui, tratava todo mundo bem, todo ano ele organizava um forró em um espaço que ele tem aqui na rua e chamava todo mundo. A gente não sabe como as pessoas são dentro de casa, mas até onde a gente sabe ele era uma pessoa boa, um cara que não brigava com ninguém, a gente tá até assustado porque a gente não tem ideia do porquê fizeram isso", completou uma vizinha.

O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNISG).

Matérias Relacionadas