Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,0680 Euro up 5,2456
Search

Universitária paulista da Unicamp é encontrada morta a facadas

Jovem estava desaparecida desde a manhã do último domingo (15)

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 17 de maio de 2022 - 10:39
Mayara Roquetto Valentim, de 23 anos
Mayara Roquetto Valentim, de 23 anos -

A estudante de ciências biológicas da Unicamp, Mayara Roquetto Valentim, de 23 anos, foi encontrada morta em São João da Boa Vista, na Serra Paulista, na noite do último domingo (15). A jovem havia saído para caminhar por volta das 11h da manhã daquele dia, mas não retornou.

De acordo com a Polícia Militar de São Paulo, o corpo de Mayara foi encontrado por um voluntário que ajudava nas buscas. O corpo da jovem apresentava ferimentos de facadas nas mãos, braços, tórax e cabeça. Até agora a polícia não conseguiu identificar nenhum suspeito ou indícios da motivação do crime.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) informou que as diligências do caso estão a cargo da Delegacia Seccional de São João da Boa Vista. Os detalhes serão mantidos em sigilo a fim de garantir a autonomia do trabalho policial.

A Unicamp afirmou que adotará luto oficial de três dias em respeito à morte de Mayara, à quem descreveu como “uma aluna extremamente participativa no curso e querida por colegas de sala e docentes”. 

Nas redes sociais amigos e familiares de Mayara também lamentaram o ocorrido. “Quão destruído está meu coração nesse momento. Que tristeza… Que mundo estamos vivendo. Uma menina meiga, cheia de sonhos, que tive o prazer de ter na melhor fase da minha infância, com seus sorrisos no início tímidos, mais depois de uma espontaneidade e uma leveza neles!”, escreveu uma amiga em homenagem à jovem.

Matérias Relacionadas