Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,0950 Euro up 5,2616
Search

Corpo de perito morto por militares é encontrado na Baixada

Vítima foi assassinada por conta de uma discussão em um ferro-velho na Zona Norte do Rio

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 16 de maio de 2022 - 13:44
Renato Couto Mendonça, de 41 anos
Renato Couto Mendonça, de 41 anos -

O corpo do perito Renato Couto de Mendonça, de 41 anos, foi encontrado no Rio Guandu, em Japeri, na Baixada Fluminense, na manhã desta segunda-feira (16). Ele foi morto por três militares da Marinha, após uma discussão em um ferro velho, na última sexta-feira (13).

De acordo com o g1, um helicóptero da emissora sobrevoava a área quando identificou um corpo preso entre os galhos. O Corpo de Bombeiros foi acionado e o cadáver recolhido. Parentes e amigos reconheceram a vítima.

Renato foi abordado pelos militares enquanto tentava reaver materiais que teriam sido furtados de uma obra e revendidos a um ferro-velho, na Praça da Bandeira, Zona Norte do Rio.

Em depoimento, Bruno Santos de Lima alegou que o perito teria ameaçado seu pai, Lourival Ferreira de Lima, proprietário do estabelecimento, e tentado extorquir R$10 mil dele. Durante a discussão, Lima teria alvejado Renato com um tiro na perna e dois na barriga. Ainda de acordo com ele, os três militares colocaram o corpo da vítima na viatura e o desovaram às margens do Rio Guandu.

Renato era perito papiloscopista da Polícia Civil. Ele deixa uma esposa e duas filhas pequenas. Em publicação nas redes sociais, Renato dedicou às três uma última mensagem de amor: “Deus me confiou a missão de amá-las”.

Matérias Relacionadas