Polícia Civil deflagra operação contra venda de produtos falsificados

Material é explorado em área de milícias

Escrito por Redação 30/04/2022 07:58, atualizado em 30/04/2022 07:50
A ação ocorreu na Muzema e em Rio das Pedras, na Zona Oeste do Rio
A ação ocorreu na Muzema e em Rio das Pedras, na Zona Oeste do Rio . Foto: Divulgação

Policiais civis da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM) realizaram, nesta sexta-feira (29/04), uma operação para reprimir a venda de produtos falsificados. A ação ocorreu na Muzema e em Rio das Pedras, na Zona Oeste do Rio, áreas exploradas por organizações criminosas. A iniciativa é parte da FT-1000, a Força-Tarefa dos Mil Milicianos Presos.

Durante as diligências foram apreendidos tênis, camisas, calças, bermudas, óculos, perfumes, acessórios para telefones celulares e brinquedos, todos com indícios de falsificação de marcas e sem a certificação compulsória de agências reguladoras. Os responsáveis pelos estabelecimentos foram conduzidos à DRCPIM, onde prestarão esclarecimentos sobre a origem dos produtos comercializados. Eles responderão por crimes contra a propriedade industrial, contra as relações de consumo e associação criminosa.

O material apreendido será encaminhado à perícia e, posteriormente, deve ser destruído ou entregue à Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (SEAP), onde, por conta de um convênio com a Polícia Civil, poderá ter a marca descaracterizada por detentos e doados a pessoas carentes.

A DRCPIM reforça que tem atuado no combate à pirataria em áreas de milícia para coibir a venda de produtos falsificados, prática que traz enormes prejuízos às indústrias e aos consumidores, e também para asfixiar financeiramente organizações criminosas que obtêm lucros a partir dessas atividades ilícitas.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas