Defesa do goleiro Bruno faz pedido de liberdade condicional

Bruno cumpre pena em regime semiaberto domiciliar desde 2019

Escrito por Redação 18/04/2022 15:51, atualizado em 18/04/2022 16:22
Atualmente, Bruno mora na Região dos Lagos do Rio
Atualmente, Bruno mora na Região dos Lagos do Rio . Foto: Divulgação

A defesa do goleiro Bruno entrou com um pedido de livramento condicional na Vara de Execuções Penais do Rio no último sábado.  A solicitação foi feita pelo advogado Luiz Gregório, que representa Bruno, acusado pela morte da modelo Eliza Samúdio, em 2010.

Bruno cumpre pena em regime semiaberto domiciliar desde julho de 2019. Após deixar o presídio na cidade de Varginha, em Minas Gerais, ele passou a cumprir a pena em casa. Atualmente, Bruno mora na Região dos Lagos do Rio.

Caso o regime da prisão de Bruno mude para liberdade condicional, ele não precisará mais ter horário para chegar em casa, como acontece na prisão domiciliar, mas ainda precisa cumprir algumas obrigações, como ter uma "ocupação lícita". Em livramento condicional, o réu também pode sair da cidade onde mora sem precisar pedir autorização de um juiz.

O livramento condicional é a última 'fase' do cumprimento de pena antes do réu ficar livre e ter a pena encerrada. 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas