'Procurados' quer quinto suspeito de assassinato em frente a boate no Rio

Grupo faria parte de uma milícia que age no Camorim, na região de Jacarepaguá

Escrito por Redação 02/04/2022 09:03, atualizado em 02/04/2022 09:03
Cartaz Procurados
Cartaz Procurados . Foto: Divulgação

O Portal dos Procurados divulga neste sábado (02), um cartaz para ajudar a Delegacia de Homicídios da Capital – DHC – a fim de obter informações que levem a localização e prisão de Wellington da Silva Carvalho, de 30 anos. Ele é um dos suspeitos de participação na morte de Felipe Bernardo de Alencar, ocorrida no dia 20/02/2022, em frente a boate Deck, localizada da Estrada dos Bandeirantes, em Curicica, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio, que foi executado após se identificar como policial durante uma briga. Ressalta-se que a vítima não é policial.

Na última quarta-feira (30), a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, representada por Policiais Civis da Delegacia de Homicídios da Capital – DHC -, efetuou a prisão dos criminosos Sidney de Matos Conceição, Matheus Ribeiro Silva Ferreira, José Paulo Peixoto Gomes e Fernanda de Oliveira Moulin. Todos são apontados como autores da morte de Wellington Carvalho. Além disso, há relatos de testemunhas, no sentido de que os autores do crime seriam integrantes da milícia do Camorim, região de Jacarepaguá, dominada por uma milícia armada.

Segundo o processo, os representados teriam íntima ligação com o suposto executor – Sidney de Matos, sendo a prisão deles essencial para a continuidade das investigações, já que a prática indica que supostos integrantes de milícia costumam coagir testemunhas. Ainda segundo o processo, Fernanda Moulin teria ocultado a arma do crime, prejudicando as investigações, e Matheus Ribeiro estaria na direção do veículo dos criminosos e os demais na participação, conforme análise de imagens.

Durante as diligências onde os quatro foram presos, foram localizadas três armas de fogo. Uma pistola Glock, calibre .40, que foi encontrada em posse de Sidney de Matos. Uma pistola calibre 9 mm e um revólver calibre 38 em posse de Matheus Ribeiro Silva, bem como um veículo clonado.

O criminoso Wellington da Silva Carvalho, também alvo da operação, encontra-se na condição de foragido de Justiça. Ele teve mandado de prisão expedido por homicídio qualificado com pedido de Prisão Temporária, com validade até 2042.

Foram realizadas diversas diligências visando a captura do criminoso. 

O Disque Denúncia recebe informações sobre a localização de foragidos da Justiça, nos seguintes canais de atendimento:

Whatsapp do Portal dos Procurados: (21) 98849-6099

(21) 2253 1177 ou 0300-253-1177

APP "Disque Denúncia RJ"

Facebook/(inbox): https://www.facebook.com/procuradosrj/,

https://twitter.com/PProcurados (mensagens).

Site Portal dos Procurados – em Denuncie – (procurados.org.br/contato).

Em todas as plataformas digitais, o Anonimato é Garantido.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas