Vendedor de balas é morto por policial de folga após confusão em bar

Um outro homem também foi baleado

Escrito por Redação 08/12/2021 11:47, atualizado em 08/12/2021 12:55
Imagens comprovam que a briga ocorreu na entrada do bar localizado na Estrada Guandú do Sapê, em Campo Grande
Imagens comprovam que a briga ocorreu na entrada do bar localizado na Estrada Guandú do Sapê, em Campo Grande . Foto: Divulgação

A Corregedoria da PM está apurando a denúncia de que um policial militar teria matado o vendedor de balas, Wilson Viana Almeida, após briga num bar. Segundo informações, a confusão teria ocorrido no último domingo (05) e foi flagrada por imagens de câmeras de segurança do estabelecimento comercial em questão. A vítima baleada pelo PM chegou a ser socorrida, mas morreu na última terça-feira (07), no Hospital Municipal Rocha Faria, em Campo Grande. As informações são do G1. 

Imagens comprovam que a briga ocorreu na entrada do bar localizado na Estrada Guandú do Sapê, em Campo Grande. Segundo informações, o policial tentou entrar no estabelecimento com uma arma, o que foi proibido por seguranças do local. Depois disso, teve início a confusão, que envolveu outros funcionários do bar e amigos do acusado. Ao final da discussão, houve trocas de socos, o chefe da segurança do estabelecimento foi baleado na perna pelo PM. Wilson, que trabalhava pelo local e não era um dos que estavam envolvidos na na briga, foi baleado no pescoço.

Wilson chegou a ser socorrido e foi encaminhado para o Hospital Municipal Rocha Faria, onde foi atendido, passou por uma cirurgia, mas acabou vindo á óbito.

O policial envolvido no caso foi encaminhado para a 35ª DP (Campo Grande), onde foi ouvido. As imagens das câmeras de segurança do local já estão sendo analisadas.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas