Polícia Civil prende homicida líder do tráfico de drogas em Duque de Caxias

Ele foi capturado no bairro Cangulo

Escrito por Redação 11/08/2021 07:12, atualizado em 11/08/2021 08:32
As investigações apontam que as mortes são motivadas pelo conflito entre traficantes e milicianos
As investigações apontam que as mortes são motivadas pelo conflito entre traficantes e milicianos . Foto: Divulgação

Policiais civis da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) prenderam, nesta terça-feira (10/08), um assassino líder do tráfico de drogas de diversas comunidades em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Segundo as investigações, o criminoso, conhecido como "Churrasquinho", tem envolvimento em mais de oito assassinatos. Ele foi capturado no bairro Cangulo, após monitoramento do serviço de inteligência da DHBF.

Com o acusado, os agentes apreenderam uma granada, dois rádios transmissores, munições, além de uma pistola, com kit rajada, que foi descarregada contra os policiais durante a ação. Contra "Churrasquinho" foram cumpridos dois mandados de prisão pendentes por homicídio qualificado. Segundo os policiais, o bandido é investigado em outros seis inquéritos que apuram outros assassinatos, além de mais de dez anotações criminais por outros crimes.

As investigações apontam que as mortes são motivadas pelo conflito entre traficantes e milicianos que disputam a região de Vila Urussaí e Saracuruna, em Duque de Caxias, após o enfraquecimento da milícia local, que teve mais de 50 presos nos últimos 2 anos.

Um dos crimes cometidos por “Churrasquinho” aconteceu no dia 27 de março de 2017. De acordo com os agentes, ele e um homem mataram Christopher Carlos da Costa com diversos disparos de arma de fogo. O fato ocorreu no Jardim do Trevo, em Queimados. Na época, o autor integrava o tráfico de drogas naquele município e foi condenado por este homicídio.

No dia 30 de março deste ano, o criminoso e outros comparsas executaram a tiros Marcio da Silva Apolinário Paula. Ele foi morto dentro de sua casa, situada em Saracuruna, e na frente da esposa. "Churrasquinho" foi condenado pelo crime e tinha um mandado de prisão em aberto.

O criminoso também é investigado por um duplo homicídio ocorrido na tarde do dia 24 de abril de 2021, em Saracuruna. De acordo com os agentes, sozinho em sua motocicleta, ele emparelhou contra um carro e efetuou diversos tiros em Lukas Pereira de Alcantara e Adalberto Castro da Silva.

"Churrasquinho" é apontado, ainda, como um dos autores dos assassinatos de Anderson Pereira da Silva e sua mãe, Elineuza Batista da Silva, ocorridos no dia 23 de junho deste ano, também em Saracuruna. Na ocasião, ele e outros traficantes chegaram na casa das vítimas e atiraram diversas vezes contra o homem. Na tentativa de salvá-lo, a mãe o abraçou e também foi morta com tiros de fuzil. As duas mortes ocorreram na frente da companheira de Anderson e dos filhos. Após o crime, os bandidos jogaram uma granada e tentaram colocar fogo na residência.

Ainda de acordo com os policiais, o criminoso, que atua no tráfico de drogas, também é acusado de agir do mesmo modo da milícia, extorquindo comerciantes e moradores, tomando casas e expulsando prestadores de serviços de internet e TV a cabo para atuação dos seus associados.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas