Ex-PM acusado de assassinar Marielle Franco e ex-vereador do Rio são detidos por outro homicídio, entenda!

Os dois são acusados de matarem um casal em 2014

Escrito por Redação 30/07/2021 10:07, atualizado em 30/07/2021 12:56
Ele foi detido em São Paulo
Ele foi detido em São Paulo . Foto: Divulgação

O policial reformado Ronnie Lessa, que está preso após ter sido acusado de ser o mandante do assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes, teve seu nome envolvido em mais uma operação da Polícia Civil. Dessa vez, ele e o ex-vereador Christiano Girão são os principais suspeitos de envolvimento no assassinato de um casal que em 2014, em Gardênia Azul, Jacarepaguá. Apesar de Ronnie já estar preso, Girão foi detido em uma ação, que contou com o apoio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic-SP), nesta sexta-feira (30). O acusado estava em seu apartamento em São Paulo. As informações são do G1.

O crime de 2014 ocorreu depois que o carro do casal identificado como André Henrique da Silva Souza, vulgo Zóio, e Juliana Sales Oliveira acabou parando em uma emboscada e foi alvo de diversos tiros de um grupo que estava em outro carro. Girão e Zóio eram rivais no comando de milícias que agiam no Rio de Janeiro e Zóio estava tentando dominar a região em que Girão atuava. Ronnie foi quem teria executado o casal. O caso foi investigado pela força-tarefa do Caso Marielle do Ministério Público e a Delegacia de Homicídios da Capital.

Neste mês, o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) abriu uma denúncia contra Girão pelo crime de assassinato ao casal e pediu sua prisão, junto com Ronnie, que já está preso pelo caso Marielle. Testemunhas e outras informações comprovam que Ronnie estava no local do crime de 2014 no dia em que este ocorreu. Apesar disso, Girão não estava pela Gardênia Azul no dia dos assassinatos. O ex-vereador carioca na época estava preso pelos crimes de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, no entanto, mesmo no presídio ele tinha acesso aos seus comparsas e continuava dando ordens para os criminosos.

Ronnie Lessa é acusado de ter matado Marielle Franco e Anderson Gomes
Ronnie Lessa é acusado de ter matado Marielle Franco e Anderson Gomes | Foto: Divulgação
 

Quatro anos após o crime, Lessa foi identificado como possível suspeito do caso, pois pesquisou relatos da imprensa sobre o assassinato. O crime contra Zóio e Marielle possuem similaridades em sua execução.

A defesa de Girão afirmou ao G1 que vai pedir um habeas corpus da prisão dele, já que ele foi detido sete anos após o crime.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas