Funcionários da Enel são ameaçados por homem armado após tentarem cortar luz de residência

O homem estava com as contas de luz atrasadas

Escrito por Redação 27/07/2021 10:33, atualizado em 27/07/2021 09:00
O caso ocorreu na última segunda-feira (26)
O caso ocorreu na última segunda-feira (26) . Foto: Divulgação

Técnicos da Enel procuraram a ajuda de policiais militares, na última segunda-feira (26), após serem ameaçados por um homem com uma arma no bairro Jardim Atlântico, em Itaipuaçu, Maricá, ao tentarem cortar a energia elétrica da casa deste. De acordo com informações, o homem estava inadimplente com o pagamento de suas contas de energia elétrica.

Segundo a Polícia Militar, ao perceber a presença dos funcionários da Enel, o dono do imóvel decidiu sair de casa portando uma arma e ameaçou os agentes. O dono do imóvel afirmou, descontroladamente, que a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) havia proibido o corte de energia das casas de pessoas de baixa renda por falta de pagamento das contas na pandemia. Assustados, os agentes da Enel foram embora do local sem finalizar seu trabalho. 

Procurada, a Enel Distribuição Rio informou que "lamenta o episódio de violência ocorrido na manhã de ontem (26) em Maricá com dois colaboradores de uma empresa parceira da concessionária. A distribuidora está acompanhando o caso junto à empresa parceira, que está prestando a assistência necessária aos funcionários.

A Enel repudia qualquer ato de violência e informa que a segurança dos seus colaboradores e parceiros é um dos pilares da empresa". 

Já sobre a questão dos cortes de fornecimento de energia elétrica, a Enel Distribuição Rio esclarece que "retomou de forma gradual, os cortes de fornecimento de energia por inadimplência de clientes residenciais, comerciais e industriais, em estrita observância à regulamentação da Aneel e da atual redação da Lei Estadual nº 8.769.  

A companhia ressalta que, entre os clientes residenciais, a possibilidade de corte não inclui os clientes cadastrados na Tarifa Social Baixa Renda, tampouco das unidades consumidoras utilizadas como centros oficiais de armazenamento, distribuição e aplicação de vacinas contra o Coronavírus (COVID-19). A distribuidora esclarece, ainda, que está autorizada pela Aneel a realizar a suspensão do fornecimento de energia, com as ressalvas indicadas pela agência reguladora, desde o dia 1º de agosto de 2020. 

A Enel Distribuição Rio, sensível à pandemia e seus desdobramentos econômicos no Brasil, tem realizado periodicamente campanhas de renegociação de dívidas, com possibilidade de parcelamento das faturas de energia. O cliente pode hoje negociar sua dívida com a empresa em até 12 vezes (10% entrada + 11 parcelas, sem cobrança de encargos e 1% de juros de financiamento), para aqueles que tenham dificuldade financeira possam parcelar suas dívidas e evitar o corte. A negociação pode ser realizada por meio do aplicativo Enel Rio, que pode ser baixado gratuitamente pelo iOS ou Android, ou pelo Portal de Negociação https://www.enel.com.br/pt/login.html, ou por meio das lojas de atendimento. 

A distribuidora também oferece aos seus clientes a facilidade dos meios eletrônicos para o pagamento das contas, como o cadastro em débito automático e o internet banking. Todos os serviços da empresa podem ser solicitados pelos canais digitais: pelo site (www.enel.com.br); pelo WhatsApp Elena: (21) 99601-9608; pelo aplicativo da companhia e pela Central de Atendimento (0800 28 00 120)."

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas