Doutor Jairinho é indiciado pelo crime de lesão corporal contra uma ex-namorada

Este é o terceiro inquérito contra o médico concluído pela DCAV

Escrito por Redação 17/06/2021 08:51, atualizado em 17/06/2021 10:24
Jairinho está preso
Jairinho está preso . Foto: Divulgação

A Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) indiciou, nesta quarta-feira (16/06), o vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho, pelo crime de lesão corporal na forma da Lei Maria da Penha contra uma ex-namorada. O fato chegou ao conhecimento após depoimentos extraídos de investigações que apuraram os crimes de tortura praticados pelo autor, atualmente preso em razão da morte do menino Henry Borel.

Segundo os policiais, a mulher sofria agressões físicas e psicológicas desde o início do relacionamento, mas nunca havia procurado a polícia para registrar ocorrência. Apesar da falta de comunicação da vítima, ao tomar conhecimento por meio de declarações divulgadas, os agentes iniciaram a investigação, culminando com o terceiro indiciamento do autor pela DCAV.

Os agentes constataram, por meio de prontuário médico e laudo do Instituto Médico Legal (IML), que o acusado quebrou um dedo do pé da vítima após uma discussão por ciúmes. Há também relatos da mulher citando que levou chutes, "mata-leão", puxões de cabelo, mordidas na cabeça, soco no rosto, agressões verbais, xingamentos e ameaças diversas. Os policiais comprovaram, ainda, em prints de conversas entre o indiciado e a irmã da vítima, que Dr. Jairinho pediu "desculpas" pelas agressões.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas