Casal gonçalense é preso por fazer mulher trabalhar 12 anos em escravidão

Denúncias anônimas foram enviadas ao Ministério Público

Escrito por Redação 15/04/2021 20:53, atualizado em 15/04/2021 21:45
. Foto: Divulgação

Na manhã desta quinta-feira (15), um casal foi preso por fazer mulher trabalhar em condições similares a escravidão, em São Gonçalo. Depois de denúncias anônimas enviadas ao Ministério Público, Rosalina Postiga Tavares e Jarbas Tavares Oliveira foram capturados por policiais da 76ª DP (Niterói).

Nilsa Pereira, havia sido levada de São Mateus, no Espírito Santo, para trabalhar na casa do casal quando ainda tinha 13 anos, na década de 80. Por cerca de 12 anos ela serviu a Rosalina e Jarbas sem receber salário ou folgas, além de não ter sido matriculada na escola na época, como diz a lei, sofrendo humilhações e agressões. Após um dia ser espancada por Rosalina, a vítimas fugiu da residência pedindo ajuda a um vizinho para voltar a sua cidade.

O mandado expedido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de São Gonçalo, condena criminosos a 6 anos de prisão em regime semiaberto.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas