Policial Civil e dois falsos agentes são presos após invadir casa na Praia das Pedrinhas

A 73ªDP está investigando o caso

Escrito por Renata Sena 13/04/2021 18:39, atualizado em 13/04/2021 15:38
. Foto: Leonardo Ferraz

Cinco da manhã desta segunda-feira (12) uma família moradora da Praia das Pedrinhas é acordada por três homens armados que se identificaram como policiais civis. Apesar de dois deles usarem uniforme da instituição, nenhum apresentou identificação funcional. Casa revirada,  arma "na cara" e a informação de que estariam cumprindo um mandado de busca e apreensão se transformou em ameaça e extorsão.  

A ação que poderia ser encenada numa série policial é real e foi "estrelada" por um policial civil, que está afastado da instituição, e dois homens que fingiam ser policiais civis. O mandado de busca e apreensão nunca existiu e o trio, que não é da região, invadiu a residência e manteve a família sob a mira de armas, até que a Polícia Militar chegasse no local.

A prática comum em áreas dominadas pro grupos de milicianos assustou os moradores da região. As vítimas, também preferiram não narrar em detalhes o acontecido, por medo de represálias. 

Contudo, segundo informações de familiares, nem mesmo uma criança de dois anos foi poupada de ficar na mira das armas.

Testemunhas acionaram a Polícia Militar que chegou no local e surpreendeu o trio em flagrante. Com os acusados, a polícia encontrou três armas, giroflex, colete, munição e um distintivo, além de um veículo Versa, de cor branca, que era usado como falsa viatura. 

Os acusados foram presos e levados para a central de flagrantes da 73°DP (Neves), onde foram indiciados. 

O policial civil, que já estava afastado, já possuía anotações anteriores. 

Os três foram transferidos para o sistema penitenciário na manhã desta terça-feira (13).

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas