PM é acusado por família de jovem que foi morto em confronto no Rio

Ray Pinto Faria, de apenas 14 anos, morreu durante operação no Campinho, Zona Norte do Rio

Escrito por Redação 22/02/2021 19:48, atualizado em 22/02/2021 20:42
. Foto: Reprodução


Nesta segunda-feira (22), um policial militar foi acusado pela família de Ray Pinto Faria, de 14 anos, pela morte do adolescente, durante operação no Campinho, Zona Norte do Rio. De acordo com parentes, o adolescente estava no portão de sua residência quando foi abordado e levado por agentes.

 

O desaparecimento de Ray deixou a família muito preocupada, ao receberem a informação de que o jovem estava no Hospital Municipal Salgado Filho. A mãe do menino o encontrou já sem vida na unidade. Ao reconhecer o corpo, o primo de Ray afirmou que viu marcas de tiros na perna e na barriga.

 

A Polícia Militar revelou que o 1° Comando de Policiamento da Área (CPA) e o Comando de Operações Especiais (COE) estavam em uma ação na Zona Norte do Rio nesta segunda-feira (22). A operação tinha como propósito dar fim as atividades de grupos criminosos no local. As informações são do jornal ‘O Dia’.

 

Em nota, a PM se pronunciou dizendo que ocorreu confronto entre os agentes e os criminosos dentro das comunidades do Urubu e do Fubá. Conforme foi informado, na comunidade do Fubá houve um ferido, e na do Fubá, foram encontrados dois feridos. Todos foram levados para o Hospital Municipal Salgado Filho e acabaram não resistindo aos ferimentos. Até o momento, ainda não se sabe se Ray Pinto estava entre os mortos informados pelos agentes. 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas