Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down 5,4907
Search

Polícia procura por dois detentos que fugiram de uma penitenciária em Bangu

Um deles é considerado um dos maiores traficantes de armas do mundo

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 13 de fevereiro de 2021 - 07:13
A dupla usou alvará de soltura falso
A dupla usou alvará de soltura falso -

O Portal dos Procurados divulga neste sábado (13), um cartaz para ajudar as investigações da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária – SEAP, sobre a possível localização de João Felipe Cordeiro Barbieri, de 31 anos, que saiu pela porta da frente de uma penitenciária no Complexo Penitenciário de Gericinó - Bangu VI) e de João Victor Silva Roza, vulgo Negão ou Toro, de 40 anos, que também faria parte da mesma organização criminosa de João Barbieri. 

Condenado a 27 anos de prisão por associação para o tráfico e tráfico internacional de armas, João Barbieri deixou a cadeia, pela porta da frente graças a uma fraude. Enteado de Frederick Barbieri, conhecido como o "Senhor das Armas" e que está preso nos Estados Unidos, ele usou um alvará de soltura falso. 

João Filipe é apontado como um dos maiores traficantes de armas do mundo e era um dos principais integrantes da quadrilha do padrasto. O bando foi responsável por enviar milhares de fuzis para o Brasil, que seriam distribuídos para as maiores facções criminosas do Rio de Janeiro. As armas eram escondidas em aquecedores de piscina. João estava preso desde 2017 e saiu da cadeia em 18 de novembro de 2020, segundo as investigações.

Ao descobrir o esquema, a Justiça Federal, ordenou a prisão imediata também de João Victor Silva Roza, solto por meio da mesma falcatrua. A Justiça estaria colocando na Rede Alert da Interpol, os dois criminosos, que já são considerados foragidos da Justiça.  

O Disque Denúncia recebe informações sobre os dois foragidos nos seguintes canais de atendimento:

Zap do Portal dos Procurados: (21) 98849-6099(21) 2253 1177APP "Disque Denúncia RJ"Facebook/(inbox): https://www.facebook.com/procuradosrj/,https://twitter.com/PProcurados (mensagens).

Matérias Relacionadas