Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,0936 Euro up 5,2471
Search

Polícia 'caça' suspeito de envolvimento na morte de Fernando Iggnácio

A DHC está encarregada das investigações e do inquérito criminal

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 12 de fevereiro de 2021 - 07:26
Márcio é policial reformado
Márcio é policial reformado -

O Portal dos Procurados divulga nesta quinta-feira (11), um cartaz para ajudar a Delegacia de Homicídios da Capital – DHC – com informações possam levar à localização e prisão do policial militar reformado Márcio Araújo de Souza, de 52 anos. Segundo investigações da especializada, ele pode ter sido o mandante do assassinato de Fernando de Miranda Iggnácio, executado em novembro do ano passado numa empresa de táxi aéreo no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio. Ele já é considerado foragido da Justiça.  

Segundo as investigações, Márcio, seria um dos principais seguranças de Rogério de Andrade, antigo rival de Fernando Iggnácio.

Agentes da DHC investigam a possibilidade de o PM reformado ter contratado os quatro matadores de Fernando Iggnácio.  Um deles, o cabo Rodrigo Silva das Neves, foi preso no mês passado, na Bahia. O PM de São Paulo Otto Samuel D'Onofre Andrade Silva Cordeiro, o ex-PM Pedro Emanuel D'Onofre Andrade Silva Cordeiro, irmão de Otto, e Ygor Rodrigues Santos da Cruz, o Farofa, continuam foragidos, e há suspeitas de que possam ter fugido para o Paraguai.

Contra Marcio Araújo de Souza foi expedido um mandado de prisão pela 1ª Vara Criminal da Capital, nº 0263379-25.2020.8.19.0001.01.0005-26, pelo crime de Homicídio Qualificado (Art. 121, § 2º - CP).

O Disque Denúncia recebe informações sobre foragidos da Justiça nos seguintes canais de atendimento:

Zap do Portal dos Procurados: (21) 98849-6099(21) 2253 1177APP "Disque Denúncia RJ"Facebook/(inbox): https://www.facebook.com/procuradosrj/,https://twitter.com/PProcurados (mensagens).

O Anonimato é Garantido.

A DHC está encarregada das investigações e do inquérito criminal.  

Matérias Relacionadas