Polícia investiga suposta execução de acusado de integrar 'G-8' do tráfico em SG

'Schuabi', ex-vendedor de roupas que entrou para o tráfico, teria siso executado em Itaóca por 'Rabicó' e outros membros do 'CV'

Escrito por Redação 10/02/2021 17:27, atualizado em 10/02/2021 18:22
. Foto: Divulgação


A polícia investiga se um dos mais antigos membros do grupo de traficantes do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, teria sido assassinado a tiros, no último fim de semana. Informações que estão sendo checadas por setores de inteligência das Policias Civil e Militar dão conta de que Rafael da Cruz Schuab, o Schuabi, de 37 anos, acusado de integrar o 'Bonde do G-8', como é conhecida a quadrilha de traficantes do Salgueiro, teria sido executado no último sábado (6), em plena luz do dia na presença de várias pessoas, na região de Itaóca. 


Informações chegadas à polícia dão conta que o líder do tráfico no Complexo do Salgueiro, Antônio Ilário Ferreira, o Rabicó, junto com seus principais colaboradores, teria comandado a execução, por motivos ainda desconhecidos. Com dois mandados de prisão em aberto por tráfico de drogas e sequestro, ele atuaria no tráfico de drogas no Salgueiro há pelo menos cinco anos, quando deixou o ofício de vendedor de roupas para ingressar 'nas fileiras' do tráfico, quando 'Rabicó', um dos conselheiros do Comando Vermelho (CV), ainda estava encarcerado no presídio de segurança máxima de Mossoró, em Natal, e mantinha Thomas Jayson Vieira Gomes, o 2N no controle da venda de drogas do Salgueiro. 


Rabicó,segundo a polícia, comanda presencialmente o tráfico no Salgueiro desde o início do ano passado, quando recebeu benefício do regime semi-aberto, e nunca mais regressou à prisão. Em abril de 2019, após uma tentativa fracassada de dar um 'golpe de estado' no CV, Thomas Jayson se intitulou 3N e ingressou no Terceiro Comando Puro (TCP), jurando retomar ao controle do Salgueiro. Horas antes de o plano ser colocado em prática, no dia 26 daquele mês, o grupo liderado por esse traficante, sequestrou um morador e o manteve em cárcere privado, com um tiro em uma das mãos como 'castigo' por supostamente ter se relacionado com uma mulher ligada ao tráfico. 


Segundo investigações da 72ªDP (São Gonçalo), Schuabi estaria entre os integrantes do grupo que cometeu esse crime junto com 3N. Como esses traficantes tiveram que fugir às pressas do Salgueiro, após o CV enviar traficantes de várias favelas da região ao local, a vítima de sequestro, ao perceber que estava sozinha no imóvel onde foi encarcerada, conseguiu fugir do local, foi socorrida e encaminhada a um hospital de SG. 


Posteriormente, ela reconheceu todos os autores do sequestro através de fotos. Thomas Jayson morreu em novembro de 2019, junto com seus principais colaboradores,  durante uma operação conjunta das Polícias Civil e Militar em um sítio, em Cabuçu, Itaboraí. Segundo a polícia, Schuabi, que exercia funções de baixo escalão no tráfico, permaneceu no Salgueiro junto com o grupo leal ao CV, e estava atuando no grupo de Rabicó.  


Oficialmente, nem a 72ªDP (Mutuá), e nem a Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNIG) abriram inquéritos para investigar a suposta morte de Schuabi, que permanece oficialmente na condição de procurado e foragido da justiça. Após ser executado, seu corpo teria sido sepultado no mesmo local onde a Polícia Civil descobriu um grande cemitério clandestino mantido pelo tráfico de drogas, próximo ao aterro sanitário desativado naquele local. A manutenção do cemitério clandestino seria uma forma de eliminar provas e 'livrar' o nome de Rabicó e seus colaboradores de crimes de homicídios.  


O Disque Denúncia recebe informações sobre foragidos da justiça nos seguintes canais de atendimento:

WhatsApp Portal dos Procurados: (21) 98849-6099

Facebook/(inbox): https://www.facebook.com/procuradosrj/,

Telefone do Disque-Denúncia (21) 2253-1177

APP “Disque Denúncia RJ “. 

https://twitter.com/PProcurados (mensagens).

O Anonimato é Garantido

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas