Comerciante de Niterói é preso em Minas Gerais

Dono de quiosque na Região Oceânica é acusado de integrar uma das maiores organizações criminosas para extorsão e agiotagem

Escrito por Redação 30/01/2021 13:25, atualizado em 30/01/2021 14:15
. Foto: Divulgação


Policiais Civis da 76ª DP (Niterói), com o apoio de agentes do DENARC da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais, prenderam no início da tarde dessa sexta-feira (29/01), um dos mais conhecidos comerciantes de Niterói, contra o qual pendia um mandato de prisão preventiva  pelos crimes de organização criminosa e extorsão, expedido pela 32ª Vara Criminal da Capital.


Segundo a polícia, o comerciante, que é acusado de liderar  uma das maiores Organizações Criminosas do Estado do Rio de Janeiro voltadas para a prática de extorsão e agiotagem, estava foragido desde o início desse ano, quando conseguiu escapar da Operação Mercadores de Veneza, deflagrada pela 44ª DP (Inhaúma). 


O preso é dono dono de um dos quiosques mais populares da Praia de Camboinhas, na Região Oceânica de Niterói. Além da prática da agiotagem clássica com incidência de juros abusivos, a organização criminosas liderada pelo comerciante, segundo da polícia, também fazia vítimas cobrando empréstimos antigos, que foram obtidos com agiotas há muito tempo, e que na grande maioria das vezes já tinham sido quitados.


De acordo com as investigações, inusitadamente eles extorquiam também algumas vítimas por empréstimos que nunca existiram. A quadrilha telefonava insistentemente para os supostos devedores, seus parentes, e até vizinhos, fazendo graves ameaças até conseguirem o pagamento da suposta dívida, em decorrência do pavor que causavam nas vítimas.


Técnicas especiais de investigação desenvolvidas pela Delegacia de Niterói forneceram dados suficientes para que na última segunda-feira (25/01), os agentes da 76ª DP viajassem para o município de Contagem, em Minas Gerais, para capturar o foragido da justiça. Juntamente com agentes da Polícia Civil daquele estado, localizaram o sítio que ele habitava na Zona Rural da cidade, contudo ao perceber a aproximação dos agentes o comerciante conseguiu fugir.


Ainda assim os policiais da 76ª DP permaneceram no Estado de Minas Gerais, até que nessa sexta-feira (29/01), a análise de novos dados coletados conduziram os agentes até a capital Mineira, Belo Horizonte, onde finalmente conseguiram identificar e interceptar o veículo dirigido por ele, em uma das vias do Centro da cidade, e onde enfim ele se rendeu sem oferecer resistência. O preso carregava consigo o documento de identidade do seu irmão, provavelmente estava se passando por ele para evitar ser identificado.


A ação policial não resultou em qualquer dano ou efeito colateral. Ele foi encaminhado ao sistema prisional de Minas Gerais e deverá aguardar recambiamento para o Estado do Rio de Janeiro, onde ficará à disposição da justiça.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas