Segundo estudo, vacina da Pfizer neutraliza variante brasileira da Covid

Revista científica New England Journal publicou novos estudos em laboratório

Escrito por Redação 10/03/2021 15:07, atualizado em 10/03/2021 16:01
Revista científica New England Journal publicou novos estudos em laboratório
Revista científica New England Journal publicou novos estudos em laboratório . Foto: Divulgação

A vacina desenvolvida pela Pfizer em parceria com a alemã BioNTech foi capaz de neutralizar uma das variante do coronavírus que se espalha pelo Brasil. O estudo de laboratório foi publicado na revista científica New England Journal of Medicine, na segunda feira (8). 

Em estudos publicados anteriormente, a Pfizer havia concluído que sua vacina neutralizava outras variantes mais contagiosas identificadas primeiramente no Reino Unido e na África do Sul. No novo estudo, a vacina neutralizou uma versão fabricada do vírus que continha as mesmas mutações da variante brasileira da Covid-19. A variante brasileira tem maior propagação e infecta mais pessoas na faixa etária de 30 a 50 anos.

Embora ainda na fase de testes laboratoriais, o estudo, conduzido por cientistas das empresas e do setor médico da Universidade do Texas, mostra que sua atual vacina ainda tem alta probabilidade de proteger contra as variantes, principalmente a sul-africana.

A farmacêutica está planejando uma terceira dose de reforço da vacina, assim como uma versão reformulada para entender melhor a resposta imunológica. 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas