Contas ‘salgadas’ em São Gonçalo

Insatisfeitos com aumentos nas tarifas da Ampla, consumidores reclamam em larga escala

Escrito por Redação 25/01/2016 20:40, atualizado em 25/01/2016 20:40
. Foto:

A comerciante Dulcinéia do Livramento doz que não há justificativa para o aumento de 100%Foto: Divulgação

Por Sérgio Soares e Ayesha Guerreiro

Moradores de São Gonçalo lotaram o posto da concessionária Ampla, no Centro da cidade, na tarde de ontem, para reclamar do aumento que consideram abusivos no valor das contas de luz.

Segundo a comerciante Dulcinéia do Livramento, de 62 anos, suas contas aumentaram em cerca de 100%, comparadas aos meses anteriores.

“Pago duas contas, a da minha casa e a do comércio que tenho. E estou sendo cobrada em mais que o dobro em cada uma delas. Esse mês quase não tive movimento no comércio, não justifica um aumento dessa proporção”, contou.

Ainda sem posição da concessionária, Dulcinéa voltou pra casa com o aviso de esperar 5 dias para ter alguma resolução sobre a sua situação. “A gente vem aqui e reclama a toa, porque nada é resolvido e acabamos tendo que pagar a conta alta de qualquer jeito, senão eles conrtam a nossa luz por falta de pagamento”, disse.

Para Jean Michel, 24, a tarde também foi cheia de frustrações. Com cerca de cem pessoas na sua frente na fila do atendimento, o gerente comercial já passa pelo terceiro mês de aumento e disse que dessa vez não tem como fugir da fila. “Vou precisar esperar aqui, não tem jeito. Já estou passando por essa situação há 3 meses. Minha conta vem o dobro do valor e não dá pra continuar assim”, revelou.

Segundo a Ampla, os aumentos são normais nesse período do ano, devido ao aumento do consumo na luz. “Quando ultrapassa 300 kWh, o ICMS que incide sobre a conta passa de 18% para 29%. Vale ressaltar que o último reajuste tarifário da companhia foi realizado em março de 2015”, disse a concessionária em nota.

 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas