Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9953 | Euro R$ 5,4069
Search

Cantareira: o 'velho novo' lugar de encontro e interação entre jovens

Praça respira boemia e jovialidade universitária ao sabor de variada gastronomia

relogio min de leitura | Escrito por João Santos | 22 de novembro de 2023 - 13:44
Imagem ilustrativa da imagem Cantareira: o 'velho novo' lugar de encontro e interação entre jovens

A Cantareira é a representação perfeita da combinação de um local histórico à modernidade da correria cotidiana. O espaço, no bairro São Domingos, abriga a Praça Leoni Ramos, mais conhecida como "Praça da Cantareira", um dos principais pontos de encontro de jovens, que aproveitam a noite boêmia na cidade, rodeada de restaurantes e bares. Além da praça, também fica situado no local o famoso Espaço Cultural Estação Cantareira, que chegou a ser um estaleiro reconhecido em todo o estado do Rio de Janeiro, no início do século XX.

Imagem ilustrativa da imagem Cantareira: o 'velho novo' lugar de encontro e interação entre jovens

A Praça da Cantareira, como apelidada por frequentadores da região, sendo reconhecida por alguns como "a Lapa de Niterói", está localizada na frente do Campus do Gragoatá, da Universidade Federal Fluminense (UFF). A proximidade com a faculdade colabora para a movimentação de estudantes durante toda a semana, porém são às quintas-feiras que o local realmente fica lotado. Nas "quintareiras", ocorrem festas especiais com caixa de som e muita curtição, e jovens se reúnem após a aula para conversar e apreciar a noite. Quem nunca pediu uma cerveja com fritas para conversar ou assistir a um jogo do time do coração? Ou não entrou num dos restaurantes para pedir uma boa comida mineira?

O aluno de Jornalismo da UFF, Rômulo Aguiar, de 21 anos, é frequentador e fã da Cantareira. "Eu vou para lá, geralmente, com amigos da faculdade quando tem festas da Atlética. É um ótimo ambiente para conhecer novas pessoas e criar novos laços. É o local ideal para se reunir com amigos e descontrair um pouco, ainda mais depois de um dia cansativo de aula".

O bairro de São Domingos é, sem dúvidas, um local importante para a história da cidade de Niterói. A área, que pertencia a um colonizador português, foi fundada ainda em 1835, e chama a atenção pela manutenção de parte de seus conjuntos arquitetônicos, como as ruas de paralelepípedo, em pedras, e os trilhos do trem.

Imagem ilustrativa da imagem Cantareira: o 'velho novo' lugar de encontro e interação entre jovens

O historiador e professor da UFRJ, Victor Melo, relatou que "o bairro de São Domingos se constituiu em uma das primeiras áreas urbanas do que hoje é o município de Niterói. O nome se origina da Igreja de São Domingos Gusmão, capela que foi erigida em meados do século XVII, na fazenda de Violante do Céu Soares, uma das descendentes de Arariboia, casada com Domingos de Araújo."

Espaço-referência para movimentos artísticos

O Espaço Cultural Estação Cantareira já foi propriedade das diversas companhias responsáveis pelos serviços de barcas. Na década de 1990, a prefeitura administrou a Cantareira por alguns anos como comodato, ocasião que desempenhou um importante papel na dinamização cultural da cidade. No local, já ocorreram vários movimentos artísticos de grande relevância, como o Arariboia Rock, Arte Jovem Brasileira e Pop Goiaba. Entretanto, essa experiência foi interrompida por interesses da companhia proprietária das barcas. Em 2022, o prefeito Alex Grael assinou a desapropriação do imóvel, que se tornará um Distrito Criativo para promover o desenvolvimento de atividades de Economia Criativa, e além disso, será feita uma escola para formação e capacitação com destaque para o audiovisual e a gastronomia.

Imagem ilustrativa da imagem Cantareira: o 'velho novo' lugar de encontro e interação entre jovens

''A decisão é coerente, tendo em conta que a região historicamente se constituiu em centro de entretenimento e cultural da cidade. Durante décadas, a região foi marcada pelas atividades de muitos clubes e sociedades dançantes, entre os quais o Iate Clube Brasileiro, o Audax, o Niterói Moto Clube e a Sociedade Recreio de São Domingos", conta o historiador.

O imóvel da Reserva Cultural foi inaugurado em 2016, e idealizado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. No complexo há salas de cinema, lojas, estacionamento, além de uma bombonière que possui mesas para café na parte superior, assim como restaurantes e uma livraria. Por fim, o espaço contempla diversos eventos culturais, como festivais e sessões de cinema especiais.

Dicas instagramáveis

Imagem ilustrativa da imagem Cantareira: o 'velho novo' lugar de encontro e interação entre jovens

Além de um relevante espaço para a história da cidade de Niterói, o local também pode ser utilizado para fotografar lindas paisagens. A placa da Reserva Cultural é um belo lugar para tirar fotos, ficando localizada logo após a entrada principal.

No centro da Praça da Cantareira, fotos nos tradicionais bancos de pedra podem ser compostas com as árvores ou algum dos restantes de fundo. Dessa forma, a Cantareira pode ser um local ideal para produzir registros junto a amigos, que poderão ser vistos ao longo da vida.

Matérias Relacionadas