Portal lança cartaz para prender matadores de PM

Militar foi assassinado durante operação em comunidade de Arraial do Cabo, na Região dos Lagos

Enviado Direto da Redação
O cartaz foi lançado pelo Portal dos Procurados

O cartaz foi lançado pelo Portal dos Procurados

Foto: Divulgação


O Portal dos Procurados divulgou nesta quinta-feira, dia (13), o cartaz com título - Quem Matou? - para ajudar a 132ª DP (Arraial do Cabo)  e o Grupo de Pronta Resposta da Subsecretária de Inteligência da PM/SEPMERJ (GPRI), com informações que possam levar a identificação e prisão dos envolvidos nas mortes do 2º Sargento da Polícia Militar do Rio de Janeiro Ricardo Oliveira dos Santos, de 40 anos. 

Lotado no GAT da 1ª.CIA/25º BPM (Cabo Frio), o policial militar morreu após ser atingido por um tiro no peito durante um confronto na noite desta quarta-feira (12) na Rua Mar Azul, em Figueira, em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio, depois  que o batalhão recebeu a informação do esconderijo de traficantes liderados pelo criminoso Hermerson Silveira de Souza, que tem oito mandados de prisão em aberto e 19 anotações criminais, por crimes como roubo, homicídio e associação para o tráfico. 


Ele é apontado como chefe do tráfico das localidades de Figueira, Sabiá, Caiçara e Parque das Garças, em Arraial do Cabo. O sargento chegou a ser socorrido para o pronto-socorro de Figueira, mas não resistiu aos ferimentos. A corporação divulgou que Ricardo estava na PM desde 2002 e deixa um filho. 


Foi instaurado inquérito na 132ª para apurar as circunstâncias da morte do policial e diligências coordenadas pelo Delegado Titular da unidade, Renato Mariano, estão em andamento para esclarecer a autoria do crime. Com a morte do 2º SGT/PM Ricardo, chega a 10 o número de Agentes de Segurança Pública assassinados no Rio em 2020, sendo nove da Policia Militar e um da Marinha do Brasil. 


Quem tiver qualquer informação a respeito da localização dos envolvidos na morte do 2º SGT/PM Ricardo, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp  do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procuradosrj/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular do Disque Denuncia. Todas as informações sigilosas sobre o caso serão encaminhadas para 132ª DP e PMERJ, encarregadas do caso e que tem como prioridade prender os envolvidos na morte de Agentes de Segurança Pública no Rio.     

Veja também