'Makaiver', líder do CV na Região dos Lagos, é morto durante operação da PM

Um de seus aliados também foi morto na ação

Escrito por Redação 25/06/2019 15:19, atualizado em 25/06/2019 15:09

Por Alan Emiliano*

Um homem, identificado como Macaiver Gomes dos Santos, o "Makaiver", apontado como o líder do Comando Vermelho (CV) na Região dos Lagos, foi morto, nesta segunda-feira (24), durante operação do 25º BPM (Cabo Frio) na comunidade Porto do Carro, na divisa entre os municípios de Cabo Frio e São Pedro da Aldeia. Na ação, um policial militar foi atingido por estilhaços de bala e um suspeito de integrar o tráfico de drogas da localidade foi morto. 


Segundo a PM, agentes do 25º BPM (Cabo Frio) foram até o local após uma troca de informações com a 123ª DP (Macaé) de que o traficante, conhecido como Makaiver, de 32 anos, estaria escondido dentro de uma casa na Rua Tancredo Neves.


Ao chegarem no local, os agentes foram atacados e houve uma intensa troca de tiros, quando Makaiver foi morto e um policial militar foi atingido superficialmente por estilhaços de bala. Além do chefão do CV na Região dos Lagos, um homem, identificado como Fernando de Souza Gomes, o Caximbau, 24, um dos principais aliados do chefe do tráfico, também foi baleado e não resistiu aos ferimentos. 


Na ação, foram apreendidas duas granadas artesanais, duas pistolas, seis carregadores de pistola, 176 munições, R$ 67 mil em espécie, 700 frascos de lança perfume, 1 kg de maconha, dois celulares e um veículo roubado.


Makaiver era considerado um dos chefões do CV na Região dos Lagos - O traficante Makaiver era apontado como o líder do Comando Vermelho nos municípios da Região dos Lagos. Contra ele, existiam dois mandados de prisão em aberto por associação para produção e tráfico e condutas afins e tráfico de drogas e condutas afins. Ele tinha sete passagens pela polícia.


Em janeiro de 2013, o traficante foi preso após ser baleado durante uma intensa troca de tiros na comunidade Beco do Rato, em Cabo Frio. O acusado ficou preso até julho de 2017 na Penitenciária Alfredo Tranjan (Bangu 3), quando fugiu da cadeia e não retornou mais. 


O Disque Denúncia oferecia uma recompensa de R$ 1 mil para quem desse informações que levassem à prisão dele.

*Estagiário sob supervisão de Thiago Soares

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas