Jovem é sequestrada na porta de casa e estuprada por três homens na frente do amigo em Cabo Frio

Caso aconteceu na madrugada desta sexta-feira (3)

Enviado Direto da Redação
Jovem postou um relato em suas redes sociais e comoveu a população da Região dos Lagos

Jovem postou um relato em suas redes sociais e comoveu a população da Região dos Lagos

Foto: Reprodução/Redes Sociais


Por Alan Emiliano


Uma estudante de psicologia, de 21 anos, passou por momentos de terror durante quatro horas dentro de um carro sendo ameaçada e estuprada por três homens, na madrugada desta sexta-feira (3) em Cabo Frio. A jovem postou um relato em suas redes sociais e comoveu a população da Região dos Lagos.


"Pensei muito em vir aqui me expor, mas sei que assim vou poder ajudar mais vítimas...Me estupraram durante quatro horas dentro do carro em andamento, com a arma na minha cabeça, arma no meu corpo, tudo que vocês possam imaginar", relatou em post , que já tem milhares de compartilhamentos.


De acordo com o amigo da vítima, que presenciou o crime, ele foi buscá-la em casa de carro, no bairro Vinhateiro. Quando ela saiu do portão, os bandidos apareceram. Além disso, afirmou que chegou a sair do veículo mas foi obrigado pelos bandidos a retornar. A moça foi forçada a entrar no carro e ficou no banco do carona.


Os suspeitos, ainda segundo as vítimas, ficaram no banco de trás e os forçaram a seguir até o bairro Porto do Carro. O rapaz levou coronhadas e foi jogado no porta-malas. Foi então, ainda segundo o relato do amigo, que ele começou a ouvir os gritos dela.


A universitária disse que eles também a colocaram no porta-malas e ameaçaram colocar fogo no carro.


Em depoimento à polícia, o amigo da vítima contou que conseguiu abrir o porta-malas por dentro e os dois correram para pedir ajuda. Nesse momento, uma viatura da Polícia Militar estava passando pelo local e levou a universitária para o Hospital do Jardim Esperança e, em seguida, para o Hospital da Mulher, onde fez outros exames.


A jovem foi medicada, fez exame de corpo de delito e foi ouvida pela Polícia Civil, na tarde desta sexta. O amigo também registrou depoimento no mesmo dia.


O crime foi registrado na 126ª DP (Cabo Frio) como estupro e roubo, pois os jovens também tiveram pertences levados.

Veja também