Corpo encontrado dentro do mar é de gerente da Shell Brasil Petróleo

Homem estava desaparecido desde quinta-feira (7)

Enviado Direto da Redação
Parentes reconheceram o corpo pelas roupas no Instituto Médico Legal (IML) de Macaé

Parentes reconheceram o corpo pelas roupas no Instituto Médico Legal (IML) de Macaé

Foto: Reprodução/Facebook

O corpo do gerente da Shell Brasil Petróleo, Vagner Franco, foi encontrado, no inicio da tarde deste domingo (10), na Praia do Mar do Norte, em Rio das Ostras. Ele estava desaparecido desde a última quinta-feira (7). O corpo foi encontrado com mãos e pés amarrados, marcas de quatro tiros e uma facada.

Parentes reconheceram o corpo pelas roupas no Instituto Médico Legal (IML) de Macaé. Posteriormente, a Shell confirmou a morte do funcionário.

"A Shell Brasil confirma, com pesar, o falecimento do funcionário Vagner Franco. Vagner estava desaparecido desde quinta-feira à noite, e a família confirmou sua morte neste domingo. A Shell Brasil lamenta a perda de um funcionário tão dedicado, e se solidariza com a família - a quem estamos disponibilizando apoio, inclusive psicológico, caso assim o desejem - e com os amigos de Vagner. Esperamos que as circunstâncias de sua morte sejam esclarecidas rapidamente pelas autoridades", informou a empresa em nota.

Segundo a polícia, Vagner deixou a esposa em frente a um estúdio fotográfico no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste do Rio, por volta de 11h30 da noite de quinta-feira. Disse que iria comprar um café que a filha tinha pedido e não voltou mais.

O caso foi registrado na Delegacia de Descoberta de Paradeiros do Rio de Janeiro. Policiais civis encontraram o carro dele neste domingo na Avenida Gilka Machado, no Recreio.

Vagner Franco era gerente da Shell e, segundo as investigações, ultimamente, ele vinha complementando a renda como motorista de aplicativos. Segundo a polícia, uma inquérito foi aberto para encontrar informações sobre a autoria e a motivação do crime. 

Veja também