Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down 5,4907
Search

Disque Denúncia oferece R$ 5 mil por informações sobre assassinos de PM em Arraial do Cabo

O caso aconteceu na última quarta feira

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 26 de janeiro de 2018 - 09:54
Imagem ilustrativa da imagem Disque Denúncia oferece R$ 5 mil por informações sobre assassinos de PM em Arraial do Cabo

O Disque-Denúncia divulgou o cartaz com o título “Quem Matou?”, com o objetivo de receber informações sobre os assassinos do tenente da Polícia Militar, Jeovany Carvalho de Andrade Brito, de 29 anos, em Arraial do Cabo, que foi morto na madrugada da última quarta-feira. O valor da recompensa por informações é de R$ 5 mil, e o anonimato é garantido pelo serviço.

O policial militar, lotado no 25°BPM (Cabo Frioi) desde 2012, morreu após ser baleado por criminosos durante um patrulhamento na Comunidade da Coca-Cola, em Arraial do Cabo. Quando chegaram ao local, os PMs foram recebidos a tiros, e o oficial foi atingido na cabeça, não resistindo aos ferimentos e morrendo na comunidade. Jeovany Carvalho de Andrade Brito havia recebido, em junho do ano passado, até uma homenagem do vereador de Cabo Frio, Aquiles Barreto (Solidariedade), pelos serviços prestados contra a criminalidade no distrito de Unamar. O tenente participou da prisão de mais de 70 traficantes no período de janeiro a junho de 2017, na região.

O velório do tenente foi realizado ontem e cercado de emoção e revolta. O clima foi de comoção entre os familiares, amigos e colegas de profissão de Jeovany Carvalho de Andrade Brito.

Logo em seguida, o corpo do policial militar foi sepultado no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, Zona Oeste do Rio. Quem tiver qualquer informação a respeito da localização dos criminosos, pode informar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Desaparecidos (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/desaparecidosdd.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ.

Matérias Relacionadas