Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 5,438 | Euro R$ 5,8203
Search

PF desmantela organização criminosa que fraudava Previdência Social na Região dos Lagos

As investigações apontam que a organização já desviou cerca de R$1 milhão

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 26 de junho de 2024 - 09:38
Operação recebeu o nome de "Laços"
Operação recebeu o nome de "Laços" -

Na manhã de hoje, a Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Laços com o objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada em fraudes previdenciárias na Região dos Lagos. A ação contou com a participação de 28 agentes da Delegacia da PF de Niterói, que cumpriram nove mandados de busca e apreensão em Araruama e Saquarema.

A operação visava apreender documentos, celulares, computadores e outros dispositivos eletrônicos que pudessem conter provas dos crimes. De acordo com as investigações, a quadrilha utilizava documentos falsos para obter benefícios da Previdência Social de forma irregular, principalmente em Araruama.


Leia também:

Quantidade de maconha vai diferenciar uso pessoal e tráfico; Entenda!

Prefeitura de Maricá derruba dois imóveis irregulares em Itaipuaçu


Estima-se que o grupo tenha desviado cerca de R$ 1 milhão com as fraudes. No entanto, caso o esquema continuasse em operação, o prejuízo total poderia chegar a R$ 20,5 milhões, considerando o pagamento ininterrupto dos benefícios e a tentativa de reativar benefícios já cancelados por falta de retirada ou comprovação de vida.

A PF acredita que as apreensões realizadas durante a operação auxiliarão na identificação de outros membros da organização criminosa, além de facilitar a recuperação dos valores desviados. Os suspeitos podem ser indiciados pelos crimes de estelionato, organização criminosa e uso de documentos falsos.

 A PF não divulgou a identidade dos suspeitos.

Matérias Relacionadas