Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,0741 Euro down 5,2058
Search

Projeto de lei torna crime omissão à vacinação contra Covid-19

O projeto pune também pessoas que criam 'fake news' sobre o tema

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 31 de dezembro de 2020 - 08:55
Angelo Coronel foi uma figura importante para as pessoas que são contra a vacinação
Angelo Coronel foi uma figura importante para as pessoas que são contra a vacinação -

A obrigatoriedade ou não da vacina contra o coronavírus tem se tornado um tema bastante discutido atualmente. Visando resolver essa questão, o senador Angelo Coronel (PSD-BA) apresentou o Projeto de Lei 5.555/2020, que afirma que aqueles que forem contra a vacinação ou contra qualquer emergência de saúde pública poderão ser presos por um período de dois a oito anos, além de pagarem multa. O mesmo será feito com aqueles que espalharem notícias falsas contra o tema. As informações são da Rádio Senado.

Angelo Coronel foi uma figura importante para as pessoas que são contra a vacinação. Isso porque ele, que já se contaminou com o coronavírus e se curou, teve uma de suas falas mal interpretadas e espalhadas pela internet. Na última terça-feira (29), ele disse, em entrevista ao programa Brasil Urgente, que não tomaria a vacina neste momento. "Eu não vou tomar vacina, eu tive Covid, e já tenho anticorpo necessário, eu simplesmente vou ter outra carga de proteção, que não há necessidade", disse Angelo. 

No entanto, a frase do senador foi totalmente revertida e os "anti-vacina" passaram a falar que ele era oposto à vacina, compartilhando a frase: "Eu não vou tomar vacina", sem o complemento de justificativa de Angelo. Por causa disso, Angelo se demonstra bem frustrado com a situação. 

Em outra fala, Angelo explicou: "Eu já tenho os anticorpos no meu organismo. Bolsonaro também pegou o Covid e já tem anticorpos. Mas, a partir do momento que eu fizer um exame e verificar que os meus anticorpos... que eu não estou blindado para pegar uma nova infecção, claro que eu vou me vacinar, que eu não quero ficar doente."

Vale lembrar que há casos de reinfecção pelo coronavírus no Brasil e no mundo, ou seja, pessoas que se contaminaram com o vírus mais de uma vez. 

O texto do Projeto de Lei de Angelo ainda afirma que os pais de crianças e adolescentes que não levarem seus filhos para a vacinação também serão punidos.

Matérias Relacionadas