Governador em exercício anuncia novas medidas para prevenir avanço da Covid-19

Além da abertura de 214 novos leitos, serão disponibilizadas testagem em massa

Escrito por Redação 25/11/2020 06:57, atualizado em 25/11/2020 08:00
Governador em exercício, Cláudio Castro, concede entrevista coletiva sobre medidas para o combate ao COVID
Governador em exercício, Cláudio Castro, concede entrevista coletiva sobre medidas para o combate ao COVID . Foto: Rogerio Santana/ Governo do Estado

O governador em exercício Cláudio Castro anunciou, nesta terça-feira (24/11), novas medidas para prevenir o avanço da Covid-19 no Estado do Rio de Janeiro. Estarão disponíveis para a população 214 leitos na capital, testagem em massa e diagnóstico precoce, com exames de PCR e de imagem. As ações - que têm duração de 15 dias - foram discutidas em reuniões com profissionais de saúde, prefeitos da Região Metropolitana e representantes de diversos setores da economia, como comércio, transporte, turismo e cultura. Durante a coletiva de imprensa, no Palácio Guanabara, Castro ressaltou ainda a importância da participação da população no combate e prevenção à doença para que o Rio de Janeiro não precise adotar ações mais restritivas.  


"Com o aumento dos indicadores da doença, me reuni com representantes da sociedade civil e de prefeituras da Região Metropolitana para estabelecer todas as medidas em conjunto. Firmamos um pacto para que não precisemos parar o Rio de Janeiro e vamos ser mais rigorosos em relação às prevenções como distanciamento social, uso de máscaras e aglomeração de pessoas. Precisamos nos unir para termos resultados positivos" disse o governador em exercício.


Cláudio Castro ressaltou que o Rio de Janeiro ainda não enfrenta uma segunda onda da doença, mas que o Governo do Estado já está tomando todas as precauções em parceria com o governo federal e os municípios. Segundo o governador, a curva da doença é acompanhada diariamente pela Subsecretaria Extraordinária de Covid-19, da Secretaria de Saúde, e as medidas anunciadas hoje serão avaliadas ao longo dos próximos 15 dias. 


"Contamos com a ajuda de empresários, dos shoppings, restaurantes e equipamentos de cultura, que vão aumentar os cuidados de higiene. Não podemos nos descuidar até que a vacina chegue. É importante deixar claro que estamos sempre monitorando os casos e vamos informar a população sobre as ações. Não haverá falta de transparência. O mais importante é garantir a segurança das pessoas e salvar vidas", destacou Castro.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas