Dimas aposta em trazer projetos que deram certo em Maricá e Niterói para São Gonçalo

Candidato do PT à Prefeitura promete implantar moeda social na cidade

Enviado Direto da Redação

A foto registrada durante um dos últimos atos de campanha no 1º turno para a Prefeitura de São Gonçalo é emblemática para explicar o resultado que levou o PT, pela primeira vez, para o segundo turno, e como favorito, para conquistar o comando do Executivo do segundo maior colégio eleitoral do Estado do Rio, com orçamento de cerca de R$ 1,2 bilhão: o candidato petista, o médico sanitarista Dimas Gadelha, faz o 'V' de vitória, junto com o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), e o de Maricá, Fabiano Horta (PT).


"A nossa proposta é integrar e implantar, junto com nossos vizinhos, tudo que deu e está dando certo nas mais diversas áreas nas duas cidades, além de botar em prática toda nossa experiência em saúde pública. Maricá e Niterói são exemplos de políticas públicas e já mostraram o caminho. A solução é investir no povo", disse Dimas.    


A vitória da chapa Dimas Gadelha/Marlos Costa (PT/PDT) no 1º turno faz parte de um projeto para levar à cidade, políticas públicas e projetos sociais implantados com sucesso nos dois municípios vizinhos: Maricá, governada pelo PT há 12 anos, que reelegeu Fabiano Horta com 88% dos votos; e Niterói, onde após dois mandatos, Rodrigo Neves elegeu seu vice-prefeito, Axel Grael, com 63% dos votos.


Para construir essa 'engenharia política' que furou a 'bolha' conservadora em São Gonçalo, criando uma coligação que reúne PT, PDT, Rede, Pros e Pode, foram fundamentais as articulações comandadas pelo ex-prefeito de Maricá e vice-presidente nacional do PT, Washington Quaquá, junto com o atual prefeito de Niterói, Rodrigo Neves.  


Enquanto Quaquá convencia o médico Dimas Gadelha, paraibano que já atua na saúde pública de São Gonçalo há vários anos, a se filiar ao PT e concorrer ao cargo de prefeito da cidade, Rodrigo Neves indicava o nome do ex-vereador gonçalense Marlos Costa para compor a chapa como vice. 


A dupla Dimas/Marlos conseguiu conquistar 32% dos votos dos gonçalenses no 1º turno, apresentando projetos de programas sociais implantados nos últimos 12 anos em Maricá, além das estratégias de Segurança Pública que reduziram os índices de criminalidade em Niterói, como a implementação de 500 câmeras na cidade. Para convencer os eleitores dessa união, PT e PDT adotaram como slogan de campanha "Maricá e Niterói juntas por São Gonçalo". 


A dupla Dimas/Marlos conseguiu conquistar 32% dos votos dos gonçalenses no 1º turno
A dupla Dimas/Marlos conseguiu conquistar 32% dos votos dos gonçalenses no 1º turno | Foto: Divulgação




"Todas os nossos programas de políticas públicas giram em torno de R$ 60 milhões por ano. Vamos continuar, como no 1º turno, discutindo a cidade e os problemas dos gonçalenses. Não queremos polarizar a campanha e nem ter briga entre direita e esquerda sobre temas nacionais. Nossa proposta é governar para o dia a dia dos gonçalenses", afirmou Dimas.

Veja também